Vacinados, idosos a partir dos 70 anos deixam de ser maioria das vítimas da covid-19

Dados aparecem no arquivo com as internações por síndrome respiratória aguda grave do Ministério da Saúde
-Publicidade-
Em 15 de março, a vacinação contra a covid-19 incluiu as pessoas com mais de 70 anos
Em 15 de março, a vacinação contra a covid-19 incluiu as pessoas com mais de 70 anos | Foto: Felipe Barros/ExLibris/Prefeitura Municipal de Itapevi

No mês de fevereiro, o Estado de São Paulo começou a vacinar os idosos com mais de 80 anos. Em 15 de março, a vacinação contra a covid-19 incluiu as pessoas acima de 70 anos — desde a segunda quinzena de maio do ano passado, os pacientes dessa faixa etária representavam o maior contingente de mortes pela doença.

Leia também: “Duas cidades começam a vacinar adolescentes a partir de 12 anos”

No entanto, na segunda quinzena de fevereiro de 2021, o cenário começou a se inverter no Estado — 50,25% dos que morreram com o coronavírus naquele mês tinham menos de 70 anos, e o número continua caindo. Ainda assim, cerca de 25% dos mortos pela covid-19 continuam sendo de pessoas com mais de 70 anos, mesmo mais de dois meses depois do início da vacinação para essa faixa etária.

-Publicidade-

Os dados aparecem no arquivo com as internações por síndrome respiratória aguda grave do Ministério da Saúde. Não é possível, entretanto, cruzar as informações para confirmar quantas pessoas acima de 70 anos morreram mesmo após terem tomado as duas doses do imunizante. A atualização mais recente data de 7 de junho e contempla 99% das 115 mil mortes relacionadas à covid-19 registradas no Estado de São Paulo.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Se os números começaram a mudar em meados de fevereiro, a vacinação comecou em meados de março e o efeito da vacina começou em abril, então não foi a vacina que reduziu oa números, mas um processo de seleção natural o de os mais fracos e suscetíveis já faleceram primeiro. Na verdade o importante é saber a quantidade de pessoas que tomaram as duas doses e mesmo assim progrediram à fase grave e até faleceram com a doença. Já que a vacina te protege, é mais fácil contar os “desprotegidos” já que eles seriam exceção no universo de imunizados.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site