Caged supera expectativa e anima mercado financeiro - Revista Oeste

Edição da semana

Em 30 set 2020, 20:25

Geração de empregos supera expectativa e anima mercado financeiro

30 set 2020, 20:25

País anuncia que em agosto foram criadas quase 250 mil vagas formais de trabalho

caged - mercado de trabalho - mercado financeiro

Foto: Agência Brasil

O mercado de trabalho se agitou positivamente no Brasil no decorrer de agosto. De acordo com os dados divulgados na tarde desta quarta-feira, 30, pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), mais de 249 mil vagas formais foram criadas no país no último mês.

Leia mais: “Incerteza da economia cai pelo quinto mês consecutivo”

O número divulgado pelo Caged é o saldo entre admissões e demissões por carteira assinada no período. Isso porque em agosto houve1,2 milhão de admissões contra 990 mil demissões. O órgão ressaltou que foi o segundo mês consecutivo em que o país registrou mais contratações do que dispensas.

Ministro da Economia, Paulo Guedes comemorou a retomada. “O Brasil está voltando em V”, disse, em referência ao termo que simboliza declínio ágil mas com recuperação igualmente rápida. “Tivemos empregos em todos os setores da economia, não foi um bolsão”, prosseguiu o integrante do governo federal.

Mercado financeiro

A notícia sobre o mercado de trabalho impactou positivamente o mercado financeiro do Brasil. O Ibovespa, o principal índice da bolsa de valores do país, fechou o dia em alta de 1,09%. Dessa forma, a cotação ficou em 94.603 pontos.

Analista da rádio Jovem Pan, Pablo Spyer afirmou que os dados divulgados pelo Caged “surpreenderam”. Afinal, o mercado financeiro imaginava que agosto fechasse com saldo positivo de empregos mas em escala bem menor. “Foi o dobro do que a gente esperava”, comentou o economista.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. E a esquerda pira! De novo! Para que já tá ficando chato esses chiliques!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

O pai, o filho e o deboche

O pai, o filho e o deboche

A ideia geral de que não se deve praticar certas coisas em público, porque “pega mal”, parece caminhar rapidamente...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês