Adiamento das eleições 2020 é aprovado pela Câmara - Revista Oeste

Em 1 jul 2020, 19:37

Câmara aprova adiamento das eleições 2020

1 jul 2020, 19:37

Após mais de 400 votos em primeiro turno, deputados confirmaram maioria em favor da PEC que adia o pleito para novembro

adiamento das eleições 2020 - deputados confirmam mudanca

Deputados federais confirmam novo calendário eleitoral para este ano Foto | AGÊNCIA BRASIL

A Câmara dos Deputados confirmou, por meio de votação em segundo turno, o adiamento das eleições 2020. Assim, a Casa validou o que já havia sinalizado numa primeira votação horas antes na sessão plenária que teve início na tarde desta quarta-feira, 1º de julho. Dessa forma, o pleito municipal caminha para ser realizado em novembro.

Leia mais:Deputados estaduais de PE cancelam férias de julho

A PEC do adiamento das eleições 2020 pautou o dia da Câmara dos Deputados. Primeiramente, foram 402 votos favoráveis à mudança do calendário eleitoral deste ano. Na sequência, foram apreciados os destaques. Por fim, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), colocou a proposta para ser votada em segundo turno — e com nova ampla vitória pró-alteração do pleito. Foram 407 votos a favor e 70 contra. O resultado quase que inalterou o desfecho do primeiro turno, conforme registrado anteriormente por Oeste.

Nesse sentido, o segundo turno da PEC das eleições na Câmara também uniu as mais diferentes bancadas. Mantendo a orientação do turno anterior, a maioria dos líderes indicou voto “sim”. Ou seja: em favor de transferir as eleições municipais de outubro para novembro devido à pandemia do novo coronavírus no Brasil. PT e DEM foram duas legendas que, por exemplo, votaram em bloco na mesma questão: “sim”.

Mudança eleitoral

Aprovada em dois turnos na Câmara dos Deputados, a PEC das eleições 2020 segue para ser promulgada no Congresso Nacional. Presidente do Senado e, consequentemente, do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP) avisou que a sessão de promulgação ocorrerá às 10h desta quinta-feira, 2 de julho.

A PEC 18/2020 é de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

Como ocorre com qualquer PEC, a proposta sobre o adiamento das eleições 2020 havia sido aprovada em dois turnos no Senado. Com a já anunciada promulgação, o novo calendário eleitoral deste ano será devidamente oficializado. Dessa forma, o eleitorado não sairá mais às ruas para escolher vereadores e prefeitos nos dias 4 e 25 de outubro (em localidades que precisassem do segundo turno). Com isso, a votação correrá em 15 e 29 de novembro.

Além de contar com novas datas para as eleições, o calendário ficou da seguinte forma:

adiamento das eleições 2020 - novo calendário

Novo calendário das eleições 2020 | Foto: DIVULGAÇÃO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. 15 de novembro,piada pronta.
    15 de novembro dia da proclamação da República ,em um país a onde a República não funciona!

    Responder
    • Eu tenho a impressão que o absenteísmo será enorme. Se eu não posso ir a um bar, um teatro, uma igreja, por risco de contaminação, vou me expor em uma fila para, obrigado, votar em gente e em um sistema que não tem o meu respeito?

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias