Câmara vota hoje Plano Mansueto; confira os principais trechos do pacote de ajuste fiscal - Revista Oeste

Edição da semana

Em 31 mar 2020, 11:51

Câmara vota hoje Plano Mansueto; confira os principais trechos do pacote de ajuste fiscal

31 mar 2020, 11:51

Líder do governo na Câmara (E), Vitor Hugo, e relator do projeto, Pedro Paulo (C), são a favor das medidas | Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A Câmara vota nesta terça-feira, 31, o substitutivo do Projeto de Lei Complementar (PLP) 149/2019, também chamado de Plano Mansueto. O parecer do relator, deputado Pedro Paulo (DEM-RJ), é norteado em cinco eixos. São dois programas fiscais, sendo um de acompanhamento e transparência e outro de promoção e equilíbrio. Somam-se, ainda, medidas de refinanciamento de dívidas, o Regime de Recuperação Fiscal (RRF) e ajustes na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Originalmente, o Plano Mansueto previa uma espécie de socorro aos estados e municípios mais endividados, com liberação de empréstimos com aval da União para resolver problemas financeiros imediatos. À matéria, seria incorporada, ainda, a flexibilização de exigências cobradas de estados e municípios para a liberação de novos financiamentos em troca do comprometimento dos entes federados com o ajuste fiscal. O projeto prevê itens nesse sentido, mas foi ampliado, a fim de acomodar propostas anunciadas pelo governo na última semana.

O eixo do Programa de Acompanhamento e Transparência Fiscal (PATF) propõe o reforço da transparência fiscal dos estados, do Distrito Federal ou dos municípios para compatibilizar as respectivas políticas fiscais com a da União. O cumprimento com as regras vira uma condicionante para o acesso aos entes federados aos demais programas especiais, como o RRF e aos refinanciamentos de dívidas com a União.

Os entes signatários deverão, ainda, conceder permissões de acesso ao Tribunal de Contas da União (TCU) e à Controladoria-Geral da União (CGU) das suas informações contábeis e fiscais necessários à elaboração dos demonstrativos fiscais da LRF.

Refinanciamento

Já o Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF) seria uma medida de curto prazo com o objetivo de ajudar no equilíbrio fiscal dos estados, do DF ou dos municípios na recuperação da capacidade de pagamento a partir do estabelecimento de um conjunto de metas e compromissos.

O eixo de refinanciamento de dívidas possibilita a alteração do teto de gastos dos estados. O objetivo é permitir que os entes federados possam ampliar o prazo do teto e abrandar a penalidade pelo descumprimento sem precisar aditar os contratos em caso de mudança de crédito contábil que afetaria a base de cálculo.

Pacote

O RRF terá duração de médio prazo e o objetivo de promover o equilíbrio fiscal dos estados e do Distrito Federal. Entre as alterações sugeridas à LRF está o entendimento de que o Congresso Nacional seja a única esfera do poder Legislativo a ser capaz de suspender a lei. Também propõe que a União possa implementar rapidamente o pacote de apoios aos estados.

Confira esses e alguns dos principais itens na nota informativa preparada por Ricardo Volpe, consultor de Orçamento e Fiscalização Financeira. (Leia abaixo)

Sumário Executivo – Alterações Do PLP 149 2020_03!30!22h50 by Revista Oeste on Scribd

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Supremas safadezas

Como os ministros do Pretório Excelso, o promotor da minha infância se julgava onipresente, onisciente e onipotente

A Suprema Corte e o abuso do poder

Quando juízes se tornam “superlegisladores”, as instituições se fragilizam e a sociedade perde a fé no sistema democrático

David Hume cancelado

Está em curso uma espécie de eugenia intelectual que conta com a simpatia ou covardia de reitores e professores de prestigiadas universidades internacionais

Vacina contra ditadura

Na ONU, Trump fez o que todo mundo com juízo deveria ter feito — e não fez, sabe-se lá por que mistério das escrituras empáticas

O Brasil na hora da verdade

Com o rombo nas contas públicas e o colapso da economia, a pauta das reformas ganha urgência, mas enfrenta as resistências de sempre

E chegamos à era dos ciborgues

Teremos nosso potencial mental multiplicado e nossas ações serão, literalmente, rápidas como o pensamento. O que faremos com esse novo poder?

Os intelectuais e a sociedade

Intelectuais ignoram que há mais sabedoria na população em geral do que num indivíduo qualquer, por mais inteligente que ele seja

Por que há socialistas com mais de 30 anos

Duas razões: todos nós crescemos em famílias, que são pequenas comunidades socialistas; e na economia contemporânea é difícil estabelecer a conexão entre esforço e recompensa

O Ocidente em guerra com seu passado

O que está em jogo não são apenas estátuas e outros símbolos físicos do passado, mas a preservação do espírito que inspirou as conquistas civilizacionais da cultura ocidental

Fracasso governamental

“Os governos fracassaram de modo retumbante na crise do coronavírus. Mas também não há evidências de que o...

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês