Cara de pau? PT apresenta impeachment de Bolsonaro - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 21 maio 2020, 13:13

Cara de pau? PT apresenta impeachment de Bolsonaro

21 maio 2020, 13:13

Peça é assinada por esquerdistas, aponta supostos crimes de responsabilidade do presidente e chama Moro para ser testemunha

Gleisi assina peça quatro anos após criticar “golpe” | Foto: Rede Social

Quatro anos após o PT “denunciar” o tal golpe por conta do impeachment da ex-presidente Dilma Rousssef, agora é a vez do partido apresentar um pedido de afastamento presidencial contra o presidente Jair Bolsonaro.

Esse pedido de impeachment coletivo foi protocolado na Câmara na manhã desta quinta-feira, 21, e teve apoio de vários partidos de esquerda entre os quais o PCdoB e o Psol. Também assinaram a peça partidos nanicos e radicais como PCO, PSTU, PCB e Unidade Popular e entidades ligadas à movimentos sindicais e organizações estudantis ligadas ao PT.

A peça acusa o presidente de ter cometido seis crimes de responsabilidade. Entre os quais, ter supostamente incentivado atos anti-democráticos; ter interferido politicamente na atividade da Polícia Federal (PF) para favorecer familiares e ter ignorado as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) relacionadas à pandemia do coronavírus.

Na peça, o PT solicita o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro para ser uma das testemunhas de acusação sobre o episódio, ainda em fase de investigação pela Procuradoria-Geral da República (PGR), relacionado à uma suposta interferência no comando da PF. Apesar do pedido petista, a denúncia dependerá de aval do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para ter algum seguimento.

Protestos x Moro

Sobre os protestos populares realizados nas últimas semanas e que o PT chamou de “anti-democráticos”, o partido alega que há uma “atuação constitucionalmente inescrupulosa por parte do Presidente da República, em contrariedade às elevadas obrigações imprescindíveis ao exercício do cargo”. “Tais manifestações adotaram, por conseguinte, um inflamado tom de protesto contra supostas perturbações ou restrições à implementação de medidas e decisões pelo Presidente da República, atribuídas aos demais poderes, cujo regular desempenho passou a ser objeto de repúdio público nessas ocasiões”, descrevem os petistas e esquerdistas.

Em relação às denúncias feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro, o PT, que tanto criticou Moro quando ele determinou a prisão do ex-presidente Lula e até a própria Polícia Federal por conta das investigações da Operação Lava Jato, agora alega: “Essas intenções de uso do aparato policial judiciário como se fosse a Polícia Federal um tipo de polícia particular, polícia política, polícia de governo ou polícia do Presidente, haviam sido confessadas pelo Denunciado em pronunciamento ocorrido no dia 24/4/2020. Na ocasião, o Denunciado, confirmando parte das acusações do ex-Ministro Sérgio Moro, confessa que, em inúmeras ocasiões, procurou interferir e influenciar a condução de investigações da Polícia Federal, como nos casos do atentado que sofrera em Juiz de Fora, ainda na campanha presidencial, e no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco”, descreve o partido.

Confira a peça na íntegra

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 Comentários

  1. PEGA A SENHA, PT!!

    Responder
    • A esquerda no Brasil é uma piada de mau gosto. Viraram caricaturas. O único interesse é derrubar Bolsonaro, mas infelizmente para eles,impeachment sem apoio popular não existe.

      Responder
    • Com relação à peça produzida pelo PT, o verso dela poderia ser disponibilizado para uso em banheiros públicos. 10% de Bolsonaro é muito mais do que 100% dessa esquerda inútil e perdida.

      Responder
    • Cara, o PT está se superando em todas as formas……….

      Responder
  2. ” Não façam dos seus Cargos uma Arma. As Vítimas podem ser vocês “.

    Responder
  3. Insanidade + cara de pau = esquerda sempre desonesta.

    Responder
  4. Me admira a Oeste perder tempo publicando uma matéria como essa. Até que poderia, mas numa nota de não mais que 4 ou 5 linhas, apenas pelo dever de informar. E sem foto. Essa da Amante ao lado da Cadáver Insepulto me embrulhou o estômago.

    Responder
    • Concordo. Importante informar com imparcialidade, mas sem muito destaque. Se eu quiser ter detalhes dessa natureza é mais fácil ler o Globo.

      Responder
  5. Vejam os endereços!!!!! Em SP, só dá Perdizes, Higienópolis, Jardins. Esses são os nosso comunistas!!!

    Responder
  6. Eu sempre fui pela vida seja ela qual for mais hoje penso diferente pq essa praga petista so existe uma soluçao e sim o abate dessa petralhada que destruiram o pais e o que mais me assusto e a submiçao de nossas Forças Armadas que nada fazem pra proteger nosso povo desse cancer que e a esquerda

    Responder
  7. hahahaha, pega a senha e vai pro final da fila, PT.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês