Carta ao leitor - Revista Oeste

Revista

Carta ao leitor
A guerra cultural, as máscaras do politicamente correto e o risco às liberdades asseguradas pela Constituição
10 jul 2020, 08:31

A Revista Oeste estreia nesta Edição 16 sua parceria com a Spiked. Mais importante revista digital conservadora do Reino Unido, a Spiked foi fundada em 2001 e já criou uma sólida reputação editorial nas áreas de política, cultura e sociedade. No Brasil, Oeste é a única publicação com licença para utilizar conteúdos da Spiked. O primeiro artigo, “Sereias levam as crianças pelo caminho trans”, trata das ações da Mermaids. A organização defende a ideia de que crianças que se identificam com o gênero oposto ao de nascimento devem receber precocemente doses de hormônios e se submeter à cirurgia de mudança de sexo ainda na adolescência. Profissionais da área de saúde e pais que argumentam em favor de um tempo maior para reflexão são acusados de “transfobia”. Médicos chegaram a pedir demissão do Serviço de Desenvolvimento de Identidade de Gênero do sistema único de saúde britânico por causa da pressão exercida pela Mermaids — uma pressão que não encontra fundamento científico.

Quando narrativas construídas por ativistas podem servir de base para a criação ou a alteração de políticas públicas, é sinal de que a sociedade precisa redobrar sua atenção. O fenômeno do politicamente correto manifesta-se de várias formas e, se no passado podia parecer apenas caricato, hoje oferece riscos concretos. Quatro artigos examinam diferentes aspectos do mesmo fenômeno. Dagomir Marquezi comenta o cancelamento cultural (“Hoje é o passado do futuro”); Selma Santa Cruz analisa as tentativas de intervenção na linguagem (“A pandemia do politicamente correto”); Madeleine Lacsko conta no que vai dar a quarta onda do movimento feminista (“Feminismo: o novo machismo”), e Guilherme Fiuza expõe os pendores autoritários dos talibãs da epidemia (“Quem tem medo de cara limpa?”).

Outra categoria de arautos da virtude tem imposto limites à liberdade de expressão, em atos de evidente ilegalidade, como demonstram Ana Paula Henkel e J. R. Guzzo. “O STF viola todos os dias a Constituição na cara de todo mundo — e a elite elogia”, escreve Guzzo.

O repórter Afonso Marangoni, da nossa Redação em São Paulo, foi ouvir um dos atingidos diretamente pelas violações à lei perpetradas pelo Supremo, o advogado Emerson Grigollette. Grigollette representa um acusado no famigerado inquérito das fake news, não consegue ter acesso aos autos, tampouco conta com o apoio da OAB para exercer seu ofício, e agora é responsável por uma mobilização que tem um curioso propósito: fazer o STF cumprir a lei.

Boa leitura.

Os Editores.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 Comentários

  1. Nunca pensei que ia viver para assistir uma formação do STF que seria responsável por tudo aquilo que não pode ser um processo judicial. A constituição é a carta suprema de um país e a suprema corte deve ser seu guardião. Os juristas estão errados e os membros do STF estão certos? O que os cidadãos devem achar disto tudo? Por que as coisas correm em segredo e o público não pode ter informacoes desse processo ate para que a sociedade possa entender as motivações e os acertos da mais alta corte no caso? Ou não. Tudo esta .muito confuso e a imagem do STF está cada vez pior perante a sociedade e sinceramete isto nao e bom.para o país. Eu admiro o funcionamento de uma suorema corte mas tenho me sentido triste por não entender o que vem ocorrendo na atualidade. Amo meu país e torço para a pacificação dele com os cidadãos agindo dentro da liberdade de expressão mas dentro das leis e os juízes, da mesma forma. Sri que pode ser ingenuidade mas gostaria de fazer um apelo aos membros da corte: esclareçam as atitudes que, para nós, os cidadãos, estão em confronto com as normas corretas, ou que possam.nos mostrar que é uma percepção equivocada de nossa parte. Todos só tem a ganhar desta maneira. Espero par a a breve a harmonia da nossa sociedade e de todos os poderes, embora seja natural que tenham eles pontos de vistas diferentes em diversa questões

    Responder
  2. ” Onde quer que haja um Direito Individual violado, há de haver um recurso judicial para a debelação da injustiça ; este, o Princípio Fundamental de todas as Constituições Livres “. Rui Barbosa

    Responder
  3. É impressionante como em apenas dois anos houve não só uma simbiose entre centro e extrema-esquerda (adotando o discurso desta contra os conservadores), como também uma escalada de autoritarismo institucional ativista (igualmente anti-conservador).

    É hora de união e construção de alternativas. O apoio às novas iniciativas, como o Parler (sigam felipesantos lá) e a nova plataforma de cursos e pagamentos da Renata Barreto (que vem em boa hora, após a Hotmart embarcar na onda de censura) é fundamental para nossa sobrevivência como cidadãos fora de uma hegemonia politicamente correta.

    Responder
  4. Acho que a melhor decisão que tomei, até o momento, em 2020 foi assinar essa revista e, todas as semanas, ao ler a edição completa, fico feliz por ela ter surgido.
    Eu me sinto representada e sinto que existem vozes que dizem coisas que eu gostaria de gritar para o mundo.
    E fico feliz ao ler os comentários também, porque vejo que existem muitas pessoas que pensam da mesma forma.
    Estou preocupada, muito preocupada. Tenho filhos e vejo um mundo e um país com destinos muito incertos para os jovens.
    Tento divulgar muito essa revista e torço para que ela cresça e alcance cada vez mais pessoas.
    Parabéns!

    Responder
  5. Madeleine Lacsko na Oeste?
    Desanimador !!!

    Responder
    • Muito desanimador. Ela também negou que conhece o Luciano Ayan ?

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OESTE NOTÍCIAS