Em uma reunião por videoconferência com prefeitos de capitais para discutir o coronavírus, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandeta, defendeu que o Congresso Nacional adie as eleições municipais marcadas para outubro.