Outros países do mundo, como o Chile, também estudam a emissão de “passaportes de imunidade”.