China ameaça boicotar a Austrália - Revista Oeste

Edição da semana

Em 28 abr 2020, 12:05

China ameaça boicotar a Austrália

28 abr 2020, 12:05

Governo australiano quer investigação imparcial e independente sobre a origem da covid-19, que teve os primeiros casos registrados na China

Sidney, Austrália

Ópera de Sydney, na Austrália | Foto: Patty Jansen/Pixabay

O embaixador da China na Austrália, Cheng Jingye, ameaçou ontem um boicote chinês aos produtos australianos em entrevista ao jornal The Australian Financial Review.

A ameaça surge como resposta ao governo do primeiro-ministro australiano, o conservador Scott Morrison, que pediu que a Organização Mundial da Saúde (OMS) lance uma investigação independente sobre a origem da covid-19, que teve os primeiros casos registrados em Wuhan, na China.

A China é o maior comprador de produtos australianos, como minério de ferro, ouro, vinho e carne bovina. Somente em 2019, os chineses importaram mais de US$ 98,2 bilhões em produtos da Austrália.

Como informa a Gazeta do Povo, a chanceler da Austrália, Marise Payne, reagiu à ameaça chinesa e afirmou: “Rejeitamos que uma coerção econômica seja resposta apropriada a um pedido [de investigação sobre a origem do novo coronavírus], quando aquilo de que precisamos é cooperação global”.

O Ministério das Relações Exteriores da China também reagiu ao pedido de investigação da Austrália. “Algumas pessoas estão tentando exagerar. O pedido para investigação é inconsistente e ocorre em meio a uma atmosfera internacional de cooperação. Essas manobras políticas não serão bem-sucedidas”, protestou o governo chinês.

Nas últimas semanas, a imprensa internacional noticiou que a China está censurando estudos sobre a origem do coronavírus realizados no país. O prêmio Nobel e descobridor do HIV, Luc Montagnier, afirmou que o coronavírus foi criado em laboratório; o governo americano também desconfia disso.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Supremas safadezas

Como os ministros do Pretório Excelso, o promotor da minha infância se julgava onipresente, onisciente e onipotente

A Suprema Corte e o abuso do poder

Quando juízes se tornam “superlegisladores”, as instituições se fragilizam e a sociedade perde a fé no sistema democrático

David Hume cancelado

Está em curso uma espécie de eugenia intelectual que conta com a simpatia ou covardia de reitores e professores de prestigiadas universidades internacionais

Vacina contra ditadura

Na ONU, Trump fez o que todo mundo com juízo deveria ter feito — e não fez, sabe-se lá por que mistério das escrituras empáticas

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

E chegamos à era dos ciborgues

Teremos nosso potencial mental multiplicado e nossas ações serão, literalmente, rápidas como o pensamento. O que faremos com esse novo poder?

Os intelectuais e a sociedade

Intelectuais ignoram que há mais sabedoria na população em geral do que num indivíduo qualquer, por mais inteligente que ele seja

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Revista Oeste — Edição 27 — 25/09/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês