China realiza cinco exercícios militares simultâneos - Revista Oeste

Edição da semana

Em 28 set 2020, 13:10

China realiza cinco exercícios militares simultâneos

28 set 2020, 13:10

Dois deles estão ocorrendo perto das Ilhas Paracelso

China

Bandeira da China | Foto: Gaston Laborde/Pixabay

A China iniciou nesta segunda-feira, 28, cinco exercícios militares simultâneos no litoral do país. Em meio ao aumento das tensões regionais, esta é a segunda vez em dois meses que Pequim realiza manobras concomitantes, segundo informações da agência Reuters.

A China realiza exercícios militares periodicamente, mas manobras múltiplas raramente se dão ao mesmo tempo. Dois dos exercícios estão acontecendo perto das Ilhas Paracelso, no disputado Mar do Sul da China.

Tensões com os Estados Unidos

Ultimamente, Pequim e Washington vêm discordando a respeito de uma variedade de temas que vão de Taiwan à pandemia do coronavírus, o comércio e os direitos humanos.

A China também realiza atividades militares frequentes perto de Taiwan, território que reivindica para si, e adotou a medida incomum de declarar que tais exercícios se direcionam à ilha.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês