Cientistas israelenses testam antiparasita contra o coronavírus - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 15 jun 2020, 11:25

Cientistas israelenses testam antiparasita contra o coronavírus

15 jun 2020, 11:25

A droga pesquisada é a ivermectina, que mostrou resultados promissores contra alguns vírus

Cientistas - israelenses - antiparasita - coronavírus

Foto: Liz Masoner/ Pixabay

Cientistas israelenses especializados em doenças tropicais estão testando um fármaco antiparasita que pode auxiliar no tratamento de quem contraiu o coronavírus.

O estudo é coordenado pelo professor Eli Schwartz, do Centro de Medicina de Viagens e Doenças Tropicais do Centro Médico Sheba. A droga em teste é a ivermectina, utilizada no tratamento de parasitoses e que mostrou resultados promissores no combate a alguns vírus.

Leia também: “União Europeia vai financiar tratamento israelense revolucionário contra o coronavírus”

“De início, todo mundo estava falando de uma droga para o tratamento da malária”, afirmou o professor Schwartz, referindo-se à hidroxicloroquina, que foi defendida por muitos como eficaz para o combate à covid-19.

“Decidimos ter um olhar mais amplo para outros medicamentos e considerar aqueles que podem apresentar atividade antiviral”, completou, explicando o motivo da escolha da ivermectina, informa o jornal israelense The Jerusalem Post.

Mais: “Israel quer testar 70 mil pessoas para o coronavírus”

A droga está sendo testada em pacientes com sintomas leves e moderados da doença, esclarece Schwartz. O objetivo é descobrir se ela reduz o período que a pessoa fica com o vírus no corpo, diminuindo o tempo de isolamento e, consequentemente, permitindo que ela volte mais cedo ao trabalho.

Os testes ainda estão em estágio inicial. Os estudos vêm sendo realizados em pacientes hospedados nos chamados “hotéis do coronavírus”, aonde pessoas com sintomas leves em Israel podem ir para garantir o isolamento.

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês