Cientistas desenvolvem aparelho capaz de descontaminar máscaras N95

Edição da semana

Em 30 jun 2020, 06:40

Cientistas desenvolvem aparelho capaz de descontaminar máscaras N95

30 jun 2020, 06:40

O equipamento emite radiação ultravioleta para higienizar os itens hospitalares

cientistas

Inovação é parceria de cientistas com o governo federal 
Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Pesquisadores da Universidade de Brasília (UNB) desenvolveram um aparelho capaz de descontaminar máscaras do tipo N95, mais usadas por profissionais de saúde durante a pandemia de coronavírus.

Em síntese, o equipamento emite radiação ultravioleta para higienizar a máscara. Portanto, para reutilizá-la. A iniciativa é fruto da parceria entre a UNB e o governo federal, que investiu R$ 50 mil na empreitada.

Ontem, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, foi conhecer o material. “Tudo que foi desenvolvido vai ajudar os hospitais e os profissionais de saúde a salvarem vidas”, afirmou.

Leia mais: Acompanhe a evolução da covid-19 no Brasil e no mundo

Segundo os cientistas, a radiação ultravioleta se mostrou mais viável devido à experiência e capacidade da indústria nacional, baixo custo e facilidade de operação e manutenção.

Seis protótipos, com ciclo de descontaminação de uma hora, já estão prontos. São cinco unidades de pequeno porte, com capacidade para 60 máscaras. Além disso, há uma unidade de maior capacidade, para 150 máscaras.

Desta forma, o governo planeja testá-los no Hospital Regional da Asa Norte, em Brasília (DF). Assim sendo, haverá também testes em hospitais de Goiás e Tocantins.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O crime acima de todos

Não é que as instituições estejam funcionando mal, ou passando por alguma anomalia — ao contrário, elas são organizadas de maneira a tornar inevitáveis resultados como o que beneficiou André do Rap

O “cancelamento” contra a arte

Caso a sociedade se submeta a essa versão gourmetizada do stalinismo, nossos filhos e netos não terão o que ler, ouvir ou assistir

A segunda onda de hipocrisia

Em que pesem as comprovações de ineficácia dos lockdowns, enganadores como Emmanuel Macron fingem ter um mapa de bloqueio de contágio

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

O capitalismo pode salvar o mundo?

O sistema não é uma ideologia de laboratório, como o comunismo. É uma força viva, dinâmica, que há milênios se aperfeiçoa na satisfação das necessidades humanas

Por que há socialistas com mais de 30 anos

Duas razões: todos nós crescemos em famílias, que são pequenas comunidades socialistas; e na economia contemporânea é difícil estabelecer a conexão entre esforço e recompensa

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Fracasso governamental

“Os governos fracassaram de modo retumbante na crise do coronavírus. Mas também não há evidências de que o...

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês