Primeiro escalão do governo do RJ tem mudanças - Revista Oeste

Em 15 set 2020, 15:50

Cláudio Castro promove trocas no primeiro escalão do RJ

15 set 2020, 15:50

Governador em exercício anuncia quatro mudanças de uma só vez

cláudio castro - trocas no primeiro escalão do RJ

Cláudio Castro é o governador em exercício do Rio de Janeiro. Sem Witzel no poder, ele promove trocas na equipe | Foto: CARLOS MAGNO/GERJ

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), anunciou quatro mudanças no alto escalão do Estado. Nesta terça-feira, 15, ele resolveu trocar os secretários de Polícia Civil e Segurança Institucional. Além disso, mudou os responsáveis pela Procuradoria-Geral e pela Controladoria-Geral.

Leia mais: “Wilson Witzel lança ‘desafio’ ao ser denunciado por organização criminosa”

Na Polícia Civil, o novo secretário passa a ser Allan Turnowski. Ele entra no lugar de Flávio Brito. Ela não será, no entanto, a primeira experiência de Turnowski em função de liderança dentro da estrutura da corporação fluminense. Ao decorrer de 2010 e 2011, o agora escolhido por Castro foi chefe da Polícia Civil.

Ainda na parte relacionada à segurança, o delegado federal Marcelo Bertolucci passa a responder como secretário do Gabinete de Segurança Institucional, posto que até então era de responsabilidade do contra-almirante José Luiz Corrêa.

Mais mudanças

Em meio às mudanças promovidas por Castro, a Procuradoria-Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) deixa de ser conduzida por Reinaldo Silveira. Isso porque o governador em exercício nomeou o procurador Bruno Dubeux para a função. O escolhido é conselheiro da seccional fluminense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) e integra o Conselho Superior da PGE. Nesse sentido, chegou a ser presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Rio de Janeiro.

Por fim, as alterações no primeiro escalão atingem a Controladoria-Geral do Estado. Assim, Francisco Ricardo Soares entra no lugar de Hormindo Bicudo Neto. Concursado do Banco do Brasil há mais de 30, o mais novo controlador-geral do Rio de Janeiro vinha atuando como superintendente da instituição financeira mantida pelo governo federal.

MAIS: “Convenções partidárias esvaziam Brasília”

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Coronavírus

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês