Collor desculpa-se pelo confisco da poupança - Revista Oeste

Em 18 Maio 2020, 16:12

Collor desculpa-se pelo confisco da poupança

18 Maio 2020, 16:12

Ex-presidente usou sua conta no Twitter para afirmar que agiu com a melhor das intenções e pedir desculpas

Fernando Collor

Você perdoaria ao ex-presidente? | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ex-presidente Fernando Collor (Pros-AL), que atualmente ocupa uma vaga no Senado Federal, está há algum tempo interagindo muito com seus seguidores nas redes sociais, sem fugir de nenhuma pergunta.

Hoje, o ex-presidente, que sofreu impeachment em 1992, pediu desculpas pelo confisco da poupança dos brasileiros, que aconteceu no chamado Plano Collor I, um dia depois de ele tomar posse, em 16 de março de 1990.

“Era uma decisão dificílima. Mas resolvi assumir o risco. Sabia que arriscava ali perder a minha popularidade e até mesmo a Presidência, mas eliminar a hiperinflação era o objetivo central do meu governo”, afirmou Collor em sua conta no Twitter.

Por fim, o ex-presidente afirmou: “Gostaria de pedir perdão a todas aquelas pessoas que foram prejudicadas pelo bloqueio dos ativos”.

Confira

A fala de Collor causou reações indignadas de algumas pessoas que sofreram duras perdas pelo plano absurdo de confisco lançado em sua gestão e fizeram questão de rebater.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 Comentários

  1. “Desculpe…fiz meu máximo!!” Que beleza

    Responder
  2. Que idiotice vir a público depois de 30 anos. Só esses políticos mesmo.

    Responder
  3. VELHO FDP!
    Pega essas desculpas,e enfia no C!

    Responder
  4. Falsas desculpas, esse ai continua mau caráter, envolvido em corrupção, zelia não pode voltar para o Brasil porque será morta, nem em Governos autoritarios, ditaduras, fascismo, alguem teve a petulância de fazer o que esse Senhor vez, mas a idade chega, a morte bate a porta de todos, e sua hora se prestar as contas esta mais perto do que estava ontem, aguarde, a conta virá, aproveite seus carrões enquanto pode

    Responder
  5. Prezado Collor: Suas desculpas serão mais facilmente aceitas em duas hipóteses:
    1 – Enforque-se em praça pública; ou
    2 – Trabalhe para ajudar o governo federal.
    Como sei que não tem coragem para a primeira opção, ao menos faça a segunda…pra disfarçar….

    Responder
  6. Nunca se viu uma declaração mais inoportuna do que esta. Cheirou o que? Quantas vidas perdidas e famílias prejudicadas por terem suas poupanças retidas por um sujeito despreparado e prepotente. No mínimo deveria dar um tiro na cabeça e deixar uma carta de arrependimento. Aí sim seria oportuno e discutível. Depois de 3 décadas vir com uma conversa dessa de bandido arrependido é muito deboche!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias