Condenado na Lava Jato, ex-deputado morre de covid-19

Em 12 jul 2020, 12:52

Condenado na Lava Jato, ex-deputado morre de covid-19

12 jul 2020, 12:52

Primeiro condenado na operação Lava Jato, Nelson Meurer estava preso no Paraná e faleceu após complicações da covid-19

Nelson Meurer Covid-19

Ex-deputado cumpria pena no Paraná | Foto: Laycer Tomaz / Câmara dos Deputados

O ex-deputado federal Nelson Meurer faleceu na manhã deste domingo, 12, em decorrência da covid-19. O político foi o primeiro condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na Operação Lava Jato.

Ele estava internado desde o início da semana passada e o teste positivo para coronavírus foi confirmado na última quinta-feira, 9. Na ocasião, a defesa de Meurer chegou a afirmar que o quadro de saúde dele era estável, mas demandava cuidados por ele ser cardiopata, diabético, hipertenso e renal crônico.

Meurer tinha 77 anos e cumpria pena de 13 anos e 9 meses na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná. Ele foi condenado em maio de 2018 pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Leia mais: “Geddel não está com covid-19 e continua na cadeia”

Condenação

Segundo a denúncia feita pela Procuradoria Geral da República (PGR), Meurer recebeu R$ 29,7 milhões em 99 repasses mensais de R$ 300 mil, operacionalizados pelo doleiro Alberto Youssef.

De acordo com o ministro Edson Fachin, as provas nos autos mostram que o deputado recebeu, “periodicamente” e com ajuda dos filhos, vantagens indevidas.

O relator afirmou ainda que a quebra de sigilo bancário de Nelson Meurer evidenciou dezenas de “depósitos fracionados” em uma conta corrente do deputado. Para Fachin, as quantias eram incompatíveis com a renda do parlamentar.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias