Coronavírus: declaração de Eduardo Bolsonaro provoca crise diplomática com a China - Revista Oeste

Edição da semana

Em 19 mar 2020, 05:47

Coronavírus: declaração de Eduardo Bolsonaro provoca crise diplomática com a China

19 mar 2020, 05:47

Embaixador no Brasil exige que o deputado se retrate

A declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) culpando a China pela pandemia de coronavírus gerou uma reação dura do governo chinês.

Pelo Twitter, a Embaixada da China no Brasil disse que o filho do presidente Jair Bolsonaro “contraiu vírus mental” em Miami:

“As suas palavras são extremamente irresponsáveis e nos soam familiares. Não deixam de ser uma imitação dos seus queridos amigos. Ao voltar de Miami, contraiu, infelizmente, vírus mental, que está infectando a amizades entre os nossos povos.”

A página oficial ainda completou:

“Lamentavelmente, você é uma pessoa sem visão internacional nem senso comum, sem conhecer a China nem o mundo. Aconselhamos que não corra para ser o porta-voz dos EUA no Brasil, sob a pena de tropeçar feio.”

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, também subiu o tom contra Eduardo Bolsonaro, dizendo:

A China é o principal parceiro comercial do Brasil, segundo o Itamaraty.

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

O pai, o filho e o deboche

O pai, o filho e o deboche

A ideia geral de que não se deve praticar certas coisas em público, porque “pega mal”, parece caminhar rapidamente...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês