Coronavírus: Presidente e ministros do Uruguai reduzem salários - Revista Oeste

Edição da semana

Em 27 mar 2020, 16:40

Coronavírus: Presidente e ministros do Uruguai reduzem salários

27 mar 2020, 16:40

De acordo com contagem da universidade Johns Hopkins, o país tem 238 casos confirmados de coronavírus e nenhuma morte

Foto: Rede Social

O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, anunciou na quinta-feira, 26, que ele, os ministros e os parlamentares deverão ter os salários reduzidos em 20%.

A medida faz parte dos esforços do país para ajudar a combater a pandemia do novo coronavírus e o montante será destinado ao chamado “Fundo Coronavírus”.

Segundo reportagem da agência de notícias Deutsche Welle, diretores de organizações autônomas e dos serviços descentralizados do país também serão afetados pela redução.

“Queremos dizer com enorme tranquilidade que sabemos que o Uruguai não passa por boa fase e que há inúmeras pessoas que ficaram sem trabalho, inúmeros uruguaios que não têm comida, e que todos temos que empurrar o carro, começando pelos governantes”, disse Lacalle Pou.

O presidente do Uruguai disse que o desconto não deverá afetar funcionários do setor da saúde e que, a princípio, as medidas valerão por dois meses.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Que linda a iniciativa do governo uruguaio…parabéns

    Responder
  2. Ótimo exemplo. Que as autoridades daqui copiem, e ajudem-nós nos esforços contra o coronavírus.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

O pai, o filho e o deboche

O pai, o filho e o deboche

A ideia geral de que não se deve praticar certas coisas em público, porque “pega mal”, parece caminhar rapidamente...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês