Covid-19: Argentina supera o Brasil em mortes por milhão de habitantes - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 28 out 2020, 21:00

Covid-19: Argentina supera o Brasil em mortes por milhão de habitantes

28 out 2020, 21:00

Na última semana, a proporção de óbitos pela doença foi três vezes maior no país vizinho

fernández

O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Reprodução Internet

Os dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde mostram que a velocidade de propagação do coronavírus está aumentando na Argentina e diminuindo no Brasil.

Entre os dias 19 e 24 de outubro, foram confirmados 2.304 casos de contaminação pelo coronavírus e 56 mortes para cada milhão de habitantes na Argentina. Já no Brasil, essas taxas ficaram em 726 e 16, respectivamente.

Há dez semanas, os números eram diferentes para os dois países. Na nação vizinha, a taxa de contaminação por milhão era de 1.055, enquanto entre os brasileiros era de 1.473 — a de vítimas para a mesma proporção chegou a 25 na Argentina e 32 em nosso país.

A análise realizada por Oeste mostra o comportamento da covid-19 entre os dois países considerando o recorte temporal entre os dias 19 e 24 de outubro na comparação com dez semanas atrás. Segundo o site wordometers, a Argentina está em 13º lugar geral no ranking de mortes por milhão de habitantes, uma vez que a análise é feita com números coletados desde o início da pandemia.

 

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Mais uma das consequências dos marginais e alienados de esquerda.
    Por aqui alguns membros do STF, infelizmente a maioria, fizeram questão de assegurar um comportamento semelhante a esse assassino praticado pela Argentina, ao delegar a atribuição de “cuidar” da pandemia única e exclusivamente aos estados e municípios, cientes de que, nos estados e munícios cujos gestores são marginais e alienados iguais a eles, de esquerda, haveria o lockdown, a quebra da economia, a perda de liberdade da população e o acúmulo de mortes.
    As pessoas do STF que votaram por esse absurdo deverão ser responsabilizadas criminalmente!

    Responder
  2. A partir de hoje eles já superam o Brasil em mortes por milhão levando em conta o total. A política nefasta da esquerda só causou mais pobreza e desigualdade como sempre.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês