Decotelli atribui sua demissão ao 'racismo' - Revista Oeste

Em 2 jul 2020, 08:20

Decotelli atribui sua demissão ao ‘racismo’

2 jul 2020, 08:20

“Há muitos brancos com imperfeições em currículo trabalhando sem incomodar ninguém”, afirmou o ex-ministro da Educação

Decotelli

O ex-ministro da Educação Carlos Decotelli | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Depois de identificadas várias irregularidades em seu currículo acadêmico, o ex-ministro da Educação Carlos Decotelli atribuiu ao “racismo” o desgaste que sofreu nos poucos dias em que ocupou a pasta. “Há muitos brancos com imperfeições em currículo trabalhando sem incomodar ninguém”, afirmou em entrevista ao UOL. Constava no documento de Decotelli um doutorado pela Universidade Nacional de Rosario, na Argentina. Contudo, o reitor da instituição, Franco Bartolacci, negou que ele tenha obtido o título.

Leia também: “Reitor do ITA ganha força no governo e pode assumir o Ministério da Educação”

Além disso, o ex-ministro escreveu ter feito uma pesquisa de pós-doutorado na Universidade de Wuppertal, na Alemanha. Mas a direção da instituição de ensino informou que Decotelli não possui o título. A pá de cal para a demissão veio depois de a Faculdade Getulio Vargas (FGV) ter emitido uma nota garantindo que ele não era professor na entidade. Assim sendo, encerraram-se as chances de sua permanência na pasta. O ex-ministro foi às redes sociais divulgar placas de homenagens recebidas por ele como docente da FGV.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 Comentários

  1. Aaaaaaaaaaaaaaaah, não!! Tenha dó, Decotelli!! Este discurso petista de racismo com tantas “imperfeições” no currículo? Nem!!
    FALE A VERDADE, NADA MAIS QUE A VERDADE E SOMENTE A VERDADE.

    Responder
  2. Serio?
    O cara falsifica o currículo,mente que fez mestrado e doutorado,e a culpa e do racismo?
    Por favor né,esta fazendo igual ao outros,que usa a luta contra o racismo que e muito importante,para se fazer de vitima!
    Que vergonha!

    Responder
  3. O interessante é que a matéria do UOL fala de rascismo. Mas rascismo de quem ?

    Responder
    • Racismo …vc escreveu errado…

      Responder
  4. “imperfeições” = mentiras
    E todo mundo sabe, MENTIRA NÃO TEM COR.
    Próximo!

    Responder
    • Perfeito…..Sou negra, tenho doutorado e não precisei mentir.
      Isto é uma vergonha …

      Responder
  5. É Decotelli, estavamos torcendo por voce, mas com tanta mentida, fica dificil!! O pau que dá em branco, dá em preto tambem!!!

    Responder
  6. Imperfeições em currículo? Talvez seja melhor calar, para não piorar: a coisa está mais para falsidade ideológica.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias