Depois de Salles, Maia aponta artilharia para Guedes - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 28 out 2020, 07:20

Depois de Salles, Maia aponta artilharia para Guedes

28 out 2020, 07:20

Ministro da Economia queixou-se do ritmo lento de privatizações, e o presidente da Câmara dos Deputados culpou o governo

depois de salles

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu responder às queixas do ministro Paulo Guedes. Na terça-feira 27, o titular da Economia reclamou do ritmo lento das privatizações por causa de “acordos políticos” que vigoram no Congresso Nacional. “Não conseguimos até agora privatizar empresas. Há acordos políticos que dificultam, há uma mentalidade cultural equivocada”, declarou Guedes, ao mencionar “engrenagens” que dificultam a implementação do liberalismo. Maia não gostou e rebateu as falas.

“Não vou polemizar, mas quem está obstruindo a pauta e não garantindo quórum para as votações é a base do governo. Então, o ministro precisa resolver primeiro a sua base para depois criticar qualquer parlamentar ou partido.”. O desentendimento ocorre poucos dias depois de Maia atacar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, conforme noticiou Oeste. Na ocasião, Maia afirmou que Salles destrói o meio ambiente e o governo Bolsonaro. Maia e Guedes já tiveram diversos desentendimentos públicos ao longo deste ano.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

10 Comentários

  1. Não vej a hora desse cara sair da presidência da Câmara, ele só atrapalha o país.

    Responder
  2. O Pandemaia só briga contra os interesses do Brasil. Ao final de seu mandato de deputadinho, cairá no ostracismo da política. Já vai tarde. Aliás, nunca deveria ter vindo. Sinto engulhos quando vejo este traste na mídia.

    Responder
  3. Realmente temos que lutar com todas as forças para retirar esse desgraçado do Maia da vida pública.
    Isso é um monstro que luta pela destruição do Brasil e pelos privilégios dos imperadores de plantão.

    Responder
    • Estou ansiosa para o MINISTRO Fabio Farias entrar…O ministro das Comunicações e deputado licenciado, Fábio Faria, pode assumir uma nova missão no Governo Bolsonaro: a disputa pela presidência da Câmara. Com a mudança em breve no cargo da Casa, Fábio Faria é cotado como um dos principais nomes para ingressar no posto.Por ter um perfil conciliador e com boas relações no Governo, o ministro faria, certamente, um papel mais próximo aos projetos de crescimento do executivo federal, situação contrária ao que protagoniza o atual presidente, Rodrigo Maia. https://terrabrasilnoticias.com/2020/10/fabio-fariia-pode-deixar-ministerio-das-comunicacoes-para-disputar-presidencia-da-camara/

      Responder
  4. Fevereiro está próximo; vai acabar a mamata dos aviões da Fab. e de muitos outros previlégios.

    Responder
  5. Por isso precisamos acabar com a proporcionalidade. Esse sujeito provavelmente não teria entrado.

    Responder
  6. Ainda teremos mais 2 meses de Maia. Mas, vai passar.

    Responder
  7. Não se iludam , o corporativismo defende esses tipos iguais ao mala Maia. Não vejo mudanças robustas com os políticos que temos e com um povo que os mantém.

    Responder
  8. Esse Maia é muito ruim, e tudo indica que o próximo não será melhor. Sem voto distrital não teremos solução para a mediocridade.

    Responder
  9. Não vejo a hora de ver esse estrume botafogo na cadeia. Quem atrasa o Brasil é ele mesmo com engavetamento e por não pautar Decretos enviados pelo Presidente Bolsonaro.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês