Deputado processa a Caixa por problemas no auxílio emergencial - Revista Oeste

Em 22 Maio 2020, 21:03

Deputado processa a Caixa por problemas no auxílio emergencial

22 Maio 2020, 21:03

Para João Campos, a exigência de recebimento através do banco público é contraria à lei que formulou o benefício

Aplicativo para acessar o coronavoucher | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL

O deputado federal João Campos (PSB-PE) abriu uma ação de improbidade administrativa contra o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Na ação, o deputado questiona a determinação de que os beneficiados pela segunda parcela do auxílio emergencial só possam receber através do banco público.

“A medida contraria frontal e literalmente a lei. A conduta do presidente da CEF torna-se ainda mais crítica considerando a dramática situação vivenciada pelos cidadãos que dependem do benefício emergencial para a própria subsistência. Se esse direito à transferência for retirado, as pessoas podem precisar sair de casa para fazer qualquer operação desse tipo”, afirmou Campos para o site Congresso em Foco.

Em sua justificativa, o deputado afirmou que a Caixa está desrespeitando a lei que criou o auxílio. Nela está escrito que é garantida, “no mínimo, uma transferência eletrônica de valores ao mês sem custo para conta bancária mantida em qualquer instituição financeira habilitada a operar pelo Banco Central”.

Somente hoje, a Caixa informou que deve disponibilizar o auxílio emergencial para 7,9 milhões de pessoas.

TAGS

3 Comentários

  1. O que não falta no Brasil é gente querendo aparecer.

    Responder
    • Foi exatamente o que pensei ao ler a matéria.

      Responder
    • Mais um atrás de um minuto de fama.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coronavírus

Assine a nossa news

Oeste Notícias