Deputado quer investigação sobre o 'supercomputador' do TSE

Edição da semana

Em Em 18 nov 2020, 20:35

Deputado quer investigação sobre ‘supercomputador’

18 nov 2020, 20:35

Equipamento foi comprado sem licitação pelo TSE

supercomputador do tse - oracle do brasil - deputado josé medeiros

Foto: Reprodução

A compra sem licitação do “supercomputador” por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode entrar na mira de autoridades investigativas. Nesta semana, o deputado federal José Medeiros (Podemos-MT) enviou ofício ao Tribunal de Contas da União (TCU). O parlamentar pede a apuração do caso, que envolve contrato de R$ 26,2 milhões com a empresa de tecnologia Oracle do Brasil.

Leia mais: “5G: Uma Rede Limpa”

O pedido do deputado ocorre depois de o então aclamado “supercomputador” apresentar problemas. Imprevisto responsável pelo atraso da apuração do primeiro turno em todo o Brasil — procedimento liderado pelo TSE, órgão presidido por Luís Roberto Barroso. Em defesa prévia, o TSE elogia a Oracle. Por meio de nota, a Corte cita que a empresa é a única a prestar esse tipo de serviço de armazenamento de dados no país.

“Por essa razão, investigações precisam ser levadas a cabo para que se identifiquem o mais rápido possível todas as causas desses problemas”, afirma Medeiros em trecho do documento enviado ao TCU, informa o site Poder 360. “Uma investigação premente deve ser feita sobre o contrato do TSE com a empresa Oracle do Brasil Sistemas, responsável por fornecer os ‘supercomputadores’ usados pelo tribunal”, indica o congressista do Podemos.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

10 Comentários

  1. O Termo SuperComputador é um exagero midiático. Talvez para fazer jus aos mais de 25 milhões contratados, como despesa. A autoridade responsável DEVE prestar contas. Só fazem isso cuidar de eleições, para um mínimo de responsabilidade com a coisa pública, planejamento e projeto, deveriam estar em curso desde a última eleição em 2018. Oque fizeram durante todo esse tempo?
    Um cluster de maquinas com um centésimo da capacidade do tal Super, daria conta sem qualquer interrupção, mesmo que uma das maquinas pegasse fogo nada mudaria. Falta de qualificação e ou corrupção podem talvez explicar. Ninguém liga, a grande imprensa inventaria outra pane para o atraso centralizado e contratado sem licitação.
    Sistemas contábeis informatizados estão em todo lugar há mais de 60 anos. Sempre funcionam em paralelo com maquinas operando em Cluster (várias maquinas distribuindo tarefas entre si) se uma fritar, apenas sobe a carga das outras maquinas.
    Durante o começo da totalização um sistema de mais de 25 milhões pifa? É um esculhambo direto sobre uma gigante multinacional com ações na Nasdaq, isso deve ter consequências severas sobrea empresa
    A ignorância ou má fé do sinistro, nunca foram tão irresponsáveis. A empresa preferencialmente contratada, está no mundo corporativo há quase 30 anos. Nasceu de tecnologia de programação inovadora e segura, e centenas de prêmios de excelência, além de estar presente nos principais negócios do mundo. Pessoalmente, tenho certeza que a Oracle não se envolveria numa bandalheira dessas, foi sim arrastada.

    Responder
  2. Porque deveriamos confiar no Barroso, no TSE, no super computador super caro e comprado na moita?

    Responder
    • O Sinistro é apenas um guarda livros transitório neste processo todo. Todo o processo, há décadas, é viciado, obliquo e caro e atende clientes específicos na dinastia e casta do poder. Os operadores da justiça, de forma geral, não defendem o devido processo legal, sempre e sim causa própria, sua casta e financiadores. Computadores apenas processam dados de acordo com a programação do momento.
      A Republica Democrata Brasileira é uma deformidade produzida por dezenas de anos do mais perverso patrimonialismo entre Estado e grandes grupos privados, não há como mudar.

      Responder
      • Mais um jornaleco’ cu de cachorro ‘no pedaço

        Responder
  3. Que tal se essas pessoas focassem nas tais urnas eletrônicas? Se há fraudes, elas existem aos borbotões e estão no início do processo até chegar nesses computadores da Oracle que não tem nada de super, são apenas hardwares de excelência (como se fossem umas Ferraris dos computadores). Essa empresa Oracle, até onde eu sei, goza de grande prestígio e confiabilidade em todo o mundo, ela não iria se meter nessas canalhices desses marginais do STF/TSE, esses sim, que devem ser investigados. Esses serviços utilizam o banco de dados desta empresa e por consequência todos os softwares e hardwares tem que ser da mesma companhia, portanto e logicamente, dispensando licitações a menos que fossem desmontar todo o sistema já instalado o que na altura do campeonato seria impossível. Entenderam sobre a dispensa de licitação? Bando de boçais!

    Responder
    • Todo o processo foi montado e aperfeiçoado para manter isso que esta ai colocado. A obrigatoriedade, por analfabetos, idiotas políticos e bestas adestradas também fazem parte desse processo irreal.
      As urnas são apenas uma alegoria fantasmagórica contra o senso de dignidade e patriotismo. O dever cívico não deveria ser apressado e dependente de multas ou sansões, não deveria ter uma instituição controladora da verdade, deveria ser apenas cívico.
      Havendo um sufrágio definidor da representatividade da vontade, este deveria ser simples e voluntario. Os inúteis e caros agentes da verdade democrática, impõe sempre a própria verdade a esse processo seletivo de castas.
      As urnas representam o estado da arte nesse processo de escolhas pré determinado. Gostaria de ver uma prova física de que Um voto, digitado nessas maquinetas caça niqueis, esteja mesmo entre os totalizados. Urnas, Centrais, Super Computadores, apenas fazem parte do circo.
      Com relação a necessidade desde ou aquele fabricante dada a especificidade funcional, temo não ser o caso. Data Bases seguem normas construtivas e são portáveis, os bastando um conector de software entre os Jets disponíveis no mercado mundial. Provavelmente temos um problema de qualificação ou corrupção neste caso.
      De qualquer forma refuto a existência de tal tribunal para controle da verdade eletiva, também é anacrônico, concentrador, ineficiente e falho.

      Responder
  4. É correto exigir auditoria e voto impresso, mas acreditar que nossas exigências serão ouvidas pelo TSE é uma estúpida ingenuidade. O TSE não dá a mínima para explicar coisa alguma. Se nada mudar, BOLSONARO NÃO SERÁ REELEITO EM 2022, pois o sistema eleitoral é irrastreável e inauditável, feito na medida para os objetivos da esquerdalha. Ninguém que não seja um absoluto retardado acredita em pane e atraso. Essa falácia foi a mesma usada nas eleições americanas em que até os mortos votaram e na venezuelana, lembram? O que fazer? Sem perda de tempo e sem discussões inúteis, Bolsonaro precisa investir todas as fichas, como se não houvesse amanhã, nas presidências da câmara e senado. É lá que será travada a luta das PEC e o impeachment dos supremos, única maneira de parar a agenda globalista. O futuro do país depende disso.

    Responder
    • No meu modesto conhecimento sobre o assunto, eu acho que esse sistema eleitoral tem um erro de origem e esse erro é o voto secreto, como rastrear um voto que é secreto? Não dá, simplesmente por ele ser secreto; é como uma nota de dinheiro caída no chão, não tem dono. Esse voto teria que ter uma possibilidade de se fazer o caminho inverso até ao eleitor, caso contrário não há solução. É o que eu penso.

      Responder
  5. Lamentável que as eleições sejam tão obscuras no Brasil, ninguém sabe, ninguém vê, temos que confiar em quem não confiamos, sim, a turma que solta bandidos é perigosa para a democracia.

    Responder
  6. O problema nao foi o seuper computadar pelo atraso na divulgaçao mais esse atraso conteceu por um silples motivos excluir votos de candidados para favorecer a esquerda nao esqueçao esse barroso e o pior de todos os ministros pq esse age na surdina para favorecer o comunismo no brasil e nao esqueçao caso a chapa bolsonaro fosse caçada ele ja tava pronto pra fugir do pais e tanto que ele comprou uma casa no paraguai

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Um caso de amor com a tirania

Na França, é cada vez mais evidente o namoro com o autoritarismo sob o disfarce da racionalidade, da competência administrativa, do bem comum, da justiça social

O custo e o valor de ser ‘contrariador’

Prêmios como o ‘Contrarian Prize’ servem para aplacar o medo que muitos têm de se manifestar em defesa daquilo em que acreditam e assim reduzir o poder social do cancelamento cultural

Mentir e trancar é só começar

“Se você começar a proibir aglomeração em ônibus, vai faltar povo pra abastecer a quarentena vip, né?” / “Aí você captou tudo. Vidas doces importam”

O culto à ignorância

Valorizar a educação formal e a cultura clássica virou preconceito elitista, um mau sinal para o futuro

Não é erro, é viés!

Não é uma tese conspiratória imaginar que há, sim, esquema nas pesquisas. Essa é uma possibilidade plausível

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

O ex-mártir

O ex-mártir

"O antigo santo da luta anticorrupção, bandido para a esquerda e traidor para os bolsonaristas é um homem como qualqu...
A descoberta do ano

A descoberta do ano

"Desde o primeiro caso de covid-19, boa parte dos políticos viram na epidemia uma belíssima oportunidade para tirar pr...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Revista Oeste — Edição 37 — 04/12/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês