-Publicidade-

Desinformado, Macron acredita que soja brasileira desmata a Amazônia

Cultivo no grão é realizado majoritariamente fora do bioma amazônico

Cultivo do grão é realizado majoritariamente fora do bioma amazônico

soja brasileira x emmanuel macron
Foto: Canva

O presidente da França, Emmanuel Macron, voltou a criticar abertamente o Brasil. Nesta terça-feira, 12, ele foi ao Twitter para vender a ideia de que importar soja brasileira resulta em compactuar com suposto desmatamento da floresta amazônica.

Leia mais: “França ameaça vetar acordo para Brexit”

“Continuar a depender da soja brasileira seria endossar o desmatamento da Amazônia”, publicou Macron em seu perfil na rede social. Com essa acusação, ele tornou público o interesse em fazer com que a commodity seja cultivada cada vez mais em solo europeu. “Somos consistentes com as nossas ambições ecológicas, lutamos para produzir soja na Europa”, afirmou o presidente francês.

Soja na Amazônia?

O que Emmanuel Macron não explicou é que boa parte da soja plantada no Brasil está fora do bioma amazônico. De acordo com dados divulgados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), três dos quatro maiores Estados produtores do grão na safra 2019/2020 estão totalmente fora da Amazônia: Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul. Em milhões de toneladas no período mapeado, eles foram responsáveis pela produção de 21,5, 13,1 e 11,4 do produto agrícola, respectivamente.

Dos quatro maiores produtores de soja no Brasil em 2019/2020, somente o líder, Mato Grosso, tem parte de seu solo inserida no bioma da Amazônia. No norte do Estado, o município de Sorriso, o maior produtor individual de soja no país, tem 65% de sua área no bioma cerrado, informa o site da prefeitura.

mapa - brasil - biomas
O Brasil em biomas: os maiores produtores de soja estão no cerrado e na mata atlântica, não na Amazônia | Foto: Reprodução/Nova Escola

Macron, que já chegou a dizer que a Guiana Francesa é uma ilha, parece não ter a informação de que a soja brasileira não tem nem como desmatar a Amazônia — pois é majoritariamente cultivada fora dela.

Leia também: “Um caso de amor com a tirania”, artigo do jornalista J. R. Guzzo publicado na Edição 36 da Revista Oeste

-Publicidade-
Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês