Dilma Rousseff explica o coronavírus: "É um vírus esperto" - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 8 abr 2020, 13:00

Dilma Rousseff explica o coronavírus: “É um vírus esperto”

8 abr 2020, 13:00

Segundo a ex-presidente, o isolamento social é horizontal porque as famílias são horizontais

Nesta terça-feira, Dilma Rousseff ressurgiu numa live no Instagram (assista ao vídeo abaixo), pronta para explicar as causas e consequências da epidemia de coronavírus: “Nós estamos enfrentando um vírus com a capacidade de transmissão muito… muito… solerte”, decolou a ex-presidente, que em seguida tentou traduzir a abertura em dilmês: “Ele é… é… é esperto”.

Por que Dilma está impressionada com a esperteza do inimigo invisível? “O vírus chega devagarzinho… fica… tem um tempo de incubação significativo e pode, portanto, surpreender”, diz. Subitamente, interrompe a descrição das táticas do vírus e prescreve a receita para combatê-lo. “E esse método é o isolamento social. E o isolamento social é horizontal”, comunica. E se antecipa aos que talvez não tenham entendido a importância da horizontalidade “Por que que é horizontal? Porque as famílias são horizontais. Você têm as famílias… têm várias gradações”.

Avançando pelos campos da infectologia, Dilma interdita todos os caminhos alternativos: “Você tem só esse método de combate. O único método de combate, hoje, até que se encontre uma vacina. Até que toda essa busca por uma vacina resulte em algo concreto, ou que se tenha um vácuo capaz de tratar essa doença, nós teríamos só essa forma de lidar com ela. Primeiro porque, caso contrário, todos os modelos matemáticos mostram que, se você não fizer nada, o nível de mortandade é algo estarrecedor, na faixa de 1 milhão de pessoas”.

É provável que nem Dilma tenha entendido o que tentou dizer.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Realmente o vírus é muito mais esperto que ela.

    Responder
  2. E pensar que foi presidente da República!!!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês