208 candidatos milionários de SP receberam coronavoucher

Tribunal de Contas da União fez auditoria no auxílio emergencial
-Publicidade-
Trabalho acadêmico informa que o auxílio emergencial deve atenuar os impactos do coronavírus na economia | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Trabalho acadêmico informa que o auxílio emergencial deve atenuar os impactos do coronavírus na economia | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL | Trabalho acadêmico informa que o auxílio emergencial deve atenuar os impactos do coronavírus na economia | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Tribunal de Contas da União fez auditoria no auxílio emergencial

coronavoucher
Benefício é voltado a pessoas que perderam o emprego em razão do vírus chinês | Foto: Divulgação/Agência Brasil
-Publicidade-

No Estado de São Paulo, ao menos 208 candidatos a vereador, a vice-prefeito e a prefeito com renda acima de R$ 1 milhão receberam o coronavoucher. É o que revelou auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O órgão cruzou a lista de bens declaradas pelos candidatos no Tribunal Superior Eleitoral com o cadastro do auxílio emergencial e constatou quase 11 mil candidatos em todo o país, que têm patrimônio superior a R$ 300 mil, mas que receberam o auxílio emergencial. Minas Gerais e São Paulo lideram o páreo de irregularidades. Em São Paulo, o TCU detectou que 1.980 candidatos em todo o Estado estão na lista de beneficiários do auxílio emergencial e têm patrimônio declarado acima de R$ 300 mil. Do total, 37 são candidatos ao cargo de prefeito, 48 de vice-prefeito e 1.895 de vereador. Nesse grupo de 1.980, 208 são candidatos com patrimônio declarado de mais de R$ 1 milhão.

Leia também: “Reforma da Previdência: Economia chega a R$ 8,5 bilhões”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comments

  1. Então, o TSE em vez de ficar protegendo os mentirosos democratas (faz-me rir, sociais-democratas e liberais comunistas), com propagandas nos mostrando que as fake news é criação de NÓS FASCISTAS, deveria mesmo é ter recomendado fazer a listagem por domicílio eleitoral dos candidados, e mandar afixar nas respectivas zonas eleitorais.
    Divulgar na TV.
    Ou se é um tribunal sério e necessário, determina ainda hoje a exclusão de todos eles do processo. MONOCRATICAMENTE.
    País de maricas.

  2. Gostaria de retificar a informação apresentada. Em um site especializado em reclamações na internet, existem relatos de varias pessoas que tiveram seu nome e CPF usados para receber o auxílio emergencial, que só descobriram a fraude quando estes tiveram o beneficio negado após a solicitação. Até que seja apurado, existe a possibilidade desses candidatos serem vítimas, tendo seus dados usados por terceiros para fraudar o auxílio emergencial.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site