-Publicidade-

6 empresas brasileiras querem ofertar ações na bolsa

Seis empresas protocolaram pedido de oferta pública inicial de ações (IPO) na Bovespa. Construção, logística, varejo e fármacos formam lista.

A maior parte das companhias é do setor imobiliário

ibovespa - divulgação
Ibovespa | Foto: DIVULGAÇÃO

Com apetite para crescimento, nos últimos dias, seis empresas protocolaram pedidos para realizar sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), na bolsa de valores de São Paulo, a B3. A maior parte delas está ligada ao mercado imobiliário, mas os setores de logística, varejo e produção de fármacos também compõem a lista.

Leia também: “Ibovespa deve bater em 115 mil pontos ainda em 2020, indica relatório”

A Lavvi, a EZ Inc e a Alphaville formam o trio ligado aos negócios imobiliários. A Sequoia Logística é focada na distribuição das vendas por e-commerce. Já o Grupo Mateus é uma rede varejista na Região Nordeste do país e a Elfa Medicamentos atua na produção e distribuição de remédios e tem sede na Paraíba.

Vale ressaltar que apenas a EZ e a Lavvi se preparam para a oferta exclusivamente primária, formada pela emissão de novos títulos que servem para a capitalização do caixa da empresa. As demais companhias pretendem conseguir autorização também para as ofertas secundárias, operação que ocorre quando a oferta de títulos já existentes será direcionada aos acionistas/cotistas.

Estima-se que as negociações movimentem volumosas cifras no mercado. Para se ter uma ideia, apenas as operações da Lavvi, do grupo Cyrella, pretendem arrecadar cerca de 2,1 bilhões de reais no mercado aberto.

Com informações Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês