Abertura de vagas temporárias deve crescer até o fim do ano

Previsão da entidade que representa o setor aposta no aumento do consumo com a aproximação de datas sazonais
-Publicidade-
Até dezembro, 565 mil oportunidades temporárias devem ser criadas no Brasil | Foto: Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo
Até dezembro, 565 mil oportunidades temporárias devem ser criadas no Brasil | Foto: Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo

Nos próximos três meses, as vagas formais, por meio do trabalho temporário, devem crescer 20%, na comparação com o último trimestre de 2020.

De acordo com a previsão da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem), entre outubro e dezembro, serão criadas 565 mil vagas temporárias — no ano passado, foram 470 mil oportunidades abertas.

A aposta da entidade está nas datas sazonais, como o Dia das Crianças (12 de outubro), Black Friday (26 de novembro) e o Natal (25 de dezembro).

-Publicidade-

Segundo a Asserttem, a maioria das vagas temporárias será impulsionada pelas indústrias (60%), por serviços (25%) e comércio (15%).

O aumento nas contratações será puxado pelo crescimento da demanda de consumo, que se amplia conforme avança a vacinação contra a covid-19 e com a flexibilização das medidas restritivas.

“Apesar da reabertura, o comércio segue cauteloso em relação às contratações. Porém, ainda há uma oportunidade de alta, visto que o setor está desabastecido de trabalhadores devido à pandemia”, afirmou o presidente da Asserttem, Marcos de Abreu.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.