Ministério da Agricultura suspende venda de 24 marcas de azeite impróprias para consumo

Veja quais são
-Publicidade-
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Uma operação de fiscalização realizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) levou à suspensão de 24 marcas de azeite. Na ação, mais de 151 mil garrafas foram consideradas impróprias para consumo nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Goiás, Paraná e Santa Catarina.

Durante a operação, foram encontradas três fábricas clandestinas envasando azeites de oliva que, na verdade, não passavam de uma “mistura de óleos vegetais de procedência desconhecida”.

Operação de fiscalização de azeite impróprio
Foto: Divulgação Ministério da Agricultura
-Publicidade-

O objetivo da fiscalização, de acordo com o governo, é evitar que o consumidor seja enganado, principalmente nesta época do ano, quando a demanda pelo produto aumenta. Além disso, historicamente, o azeite é o segundo produto alimentar mais fraudado do mundo, de acordo com o Ministério da Agricultura.

Os supermercados que continuarem vendendo os óleos suspensos podem pagar uma multa de até R$ 532 mil.

Lista das marcas de azeite com venda suspensa

  • Alcazar;
  • Alentejano;
  • Anna;
  • Barcelona;
  • Barcelona Vitrais;
  • Castelo dos Mouros;
  • Coroa Real;
  • Da Oliva;
  • Del Toro;
  • Do Chefe;
  • Épico;
  • Fazenda Herdade;
  • Figueira do Foz;
  • llha da Madeira;
  • Monsanto;
  • Monte Ruivo;
  • Porto Galo;
  • Porto Real;
  • Quinta da Beira;
  • Quinta da Regaleira;
  • Torre Galiza;
  • Tradição;
  • Tradição Brasileira;
  • Valle Viejo.

A ação foi realizada pelo Mapa com o apoio da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), Vigilâncias Sanitárias estaduais e municipais, Ministério Público e a Polícia Civil.

Para comprar um bom azeite, o Ministério da Agricultura recomenda:

• desconfiar do preço — produtos com valor muito abaixo do praticado pelo mercado devem acender um alerta

• checar a lista de produtos já apreendidos pelo Ministério em outras operações

• ficar atento (a) às características da embalagem — o vidro deve sempre ser escuro

• dar preferência a azeites com data de envase mais recente.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.