AGU derruba liminar e garante leilão da Rodovia BR-163 no dia 8

Certame prevê a concessão de trecho de 970 quilômetros de extensão; projeção é de investimento de R$ 1,8 bilhão
-Publicidade-
Leilão da Rodovia BR-163 está confirmado para quinta-feira 8
Leilão da Rodovia BR-163 está confirmado para quinta-feira 8 | Foto: Divulgação/Dnit

A Advocacia-Geral da União (AGU) obteve uma decisão favorável junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) e garantiu a realização do leilão de concessão da BR-163, entre os Estados de Mato Grosso e do Pará, derrubando uma liminar anterior. Com isso, o leilão segue programado para a quinta-feira 8.

A expectativa é que a disputa gere investimentos de até R$ 1,8 bilhão. O certame prevê a concessão de um trecho de 970 quilômetros de extensão da rodovia, entre o município de Sinop (MT) e o distrito de Miritituba, em Itaituba (PA).

Leia mais: “‘Vamos chegar a 50 aeroportos concedidos’ à iniciativa privada, diz Tarcísio”

-Publicidade-

A liminar havia sido obtida pelo Ministério Público Federal (MPF), que solicitava a suspensão do processo de concessão da rodovia. O juízo havia condicionado a liberação do leilão à aprovação do chamado “Plano Básico Ambiental – Componente Indígena” — na prática, uma consulta aos povos indígenas da região, além de uma análise técnica pela Fundação Nacional do Índio (Funai).

Leia também: “Hidrovias do Brasil e VLI firmam parceria para avaliação técnica da Ferrogrão”

A subprocuradora-geral de Assuntos Judiciais substituta da Procuradoria Federal junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (PF-ANTT), Waleska de Sousa Gurgel, afirmou que as condicionantes ambientais estão contempladas no contrato de concessão.

“Os argumentos da AGU foram de que as condicionantes ambientais e o componente indígena atual estão acobertados e protegidos pelo edital do leilão e pela minuta contratual e ficarão a cargo da próxima concessionária que se sair vencedora do certame. Então a concessionária já tem a certeza de que ficará responsável por todo o seu cumprimento”, disse.

Reportagem especial: “O caso Ferrogrão: como uma decisão do STF pode tirar o país dos trilhos”

FERROGRÃO

Indiretamente, a decisão pode beneficiar o projeto da Ferrogrão — ferrovia destinada a se tornar a rota mais importante de escoamento do agronegócio brasileiro, como Oeste mostrou em reportagem especial publicada em 10 de abril. Entretanto, a liminar obtida pela AGU vale única e exclusivamente para o leilão da Rodovia BR-163, de forma específica.

Com previsão de alcançar 933 quilômetros em extensão, a Ferrogrão conectará a região produtora de grãos do Centro-Oeste, em Mato Grosso, ao Estado do Pará, desembocando no Porto de Miritituba. A Ferrogrão ligará os municípios de Sinop (MT) e Itaituba (PA), às margens do Rio Tapajós. Uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF, atendeu a uma reivindicação do Psol e suspendeu a eficácia da Lei nº 13.452/2017, que teve origem em um projeto de conversão da Medida Provisória (MP) nº 758/2016.

Essa MP alterou os limites do Parque Nacional do Jamanxim, no Pará, excluindo 862 hectares da unidade de conservação ambiental. Na ação, o partido alega que somente uma lei em sentido formal — e não uma MP — poderia autorizar a alteração ou a supressão de áreas de unidades de conservação. O caso segue à espera de decisão final do STF.

Em relação à Ferrogrão, segundo apurou Oeste com fontes do Ministério da Infraestrutura, a expectativa é publicar o edital ainda neste ano.

Leia também: “Ministério da Infraestrutura entrega 51 obras no primeiro semestre

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. É POR ISSO QUE OS CAMINHONEIROS, MOTORISTAS DE ÔNIBUS, CONDUTORES DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS, VEÍCULOS MENORES, MOTOCLISTAS E PEDESTRES PRECISAM IR EM PESO ÀS RUAS.

    ACABAR DE VEZ COM A MÁFIA DOS LESA-PÁTRIA.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site