Arrecadação cresce em outubro e chega a R$ 153,9 bi

Desempenho positivo da atividade econômica contribuiu para se chegar ao montante
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Agência Brasil
Foto: Divulgação/Agência Brasil | Foto: Divulgação/Agência Brasil

Desempenho positivo da atividade econômica contribuiu para atingir esse montante

pib do brasil
Governo divulgou hoje as informações | Foto: Divulgação/Agência Brasil
-Publicidade-

A Receita Federal (RF) informou nesta terça-feira, 24, que a arrecadação de impostos e contribuições federais cresceu pelo terceiro mês consecutivo em outubro ao somar R$ 153,9 bilhões. Houve alta real de 9,56% em relação ao mesmo mês do ano passado. No período acumulado do ano, o volume arrecadado está negativo: atingiu o valor de R$ 1,18 trilhão, queda real de 9,45%. É o pior resultado para os primeiros nove meses do ano desde 2010. A RF garante que os principais fatores que explicam o aumento registrado em outubro foram: 1) o pagamento de impostos diferidos devido ao vírus chinês; 2) o desempenho positivo da atividade econômica, que vem se recuperando da crise.

Leia também: “Superávit da balança comercial já supera total de 2019”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site