Banco Central projeta crescimento de 4,7% do PIB em 2021

Já para 2022, a expectativa é uma alta de 2,1% da economia brasileira
-Publicidade-
Banco Central revisou estimativas para o Produto Interno Bruto (PIB) do país
Banco Central revisou estimativas para o Produto Interno Bruto (PIB) do país | Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Em relatório divulgado nesta quinta-feira, 30, pelo Banco Central (BC), a instituição revisou para cima a projeção de crescimento da economia brasileira para este ano.

Segundo o BC, o Produto Interno Bruto (PIB) do país deve fechar 2021 com alta de 4,7% —no último relatório, o banco estimava uma expansão de 4,6%. Já para 2022, a expectativa é um crescimento de 2,1%.

Leia mais: “Boletim Focus: mercado volta a subir estimativa de inflação em 2021”

-Publicidade-

De acordo com o BC, a economia brasileira segue ameaçada por três fatores de risco principais: o eventual agravamento da crise hídrica, especialmente se forem necessárias medidas restritivas ao consumo de energia elétrica; a evolução da pandemia de covid-19; e ações que comprometam o equilíbrio fiscal.

Leia também: “Banco Central muda regras do Pix para diminuir número de fraudes”

A estimativa para o PIB do país em 2021 é ligeiramente inferior à traçada pelos analistas do mercado consultados pelo Boletim Focus, do BC, divulgado no início da semana. Segundo a última edição do relatório, o país deve crescer 5,04% em 2021.

Leia também: “Contas públicas registram superávit de R$ 16,7 bilhões em agosto”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.