BNDES fecha 2020 com lucro líquido recorde: R$ 20,7 bilhões

Crescimento foi de 17% em relação ao ano anterior; só no 4º trimestre, lucro foi de R$ 7 bilhões
-Publicidade-
Gustavo Montezano, presidente do BNDES, comemorou os bons resultados do ano passado
Gustavo Montezano, presidente do BNDES, comemorou os bons resultados do ano passado | Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) obteve um lucro líquido recorde de R$ 20,7 bilhões em 2020, informou a instituição nesta sexta-feira, 12. O resultado representa um crescimento de 17% em relação ao ano anterior. Apenas no 4º trimestre, o lucro alcançou R$ 7 bilhões.

Leia mais: “Em dois anos, BNDES vende participação em 25 empresas”

-Publicidade-

Ao longo de 2020, segundo a diretora-financeira do BNDES, Bianca Nasser, a venda da ações foi responsável por R$ 14 bilhões do total do lucro líquido. No ano passado, o banco vendeu R$ 45,4 bilhões em participações acionárias.

“Desinvestimos de forma organizada, cautelosa e sem afetar o mercado”, comemorou o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, em entrevista coletiva por videoconferência. De acordo com ele, houve “muita liquidez” no mercado em 2020 e “muita demanda” por ativos brasileiros.

Leia também: “BNDES vende últimas ações da Vale e consegue R$ 11,2 bi”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.