Bolsa de Valores de SP começa semana com mais de 104 mil pontos

Em meio à pandemia, instituições chegaram a falar em máximo de 95 mil pontos em 2020
-Publicidade-
Foto: REPRODUÇÃO/INFOMONEY
Foto: REPRODUÇÃO/INFOMONEY | bolsa de valores - ibovespa - são paulo

Em meio à pandemia, instituições chegaram a falar em máximo de 95 mil pontos em 2020

bolsa de valores - ibovespa - são paulo
Foto: REPRODUÇÃO/INFOMONEY

Principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, o Ibovespa começou bem a semana. Fechando o dia com 104.426 pontos, a semana tem início com alta de 1,49%, quando comparado com a negociação realizada na última sexta-feira, 17.

-Publicidade-

Leia mais:Banco do Brics aprova empréstimo de US$ 1 bilhão ao Brasil

Em termos percentuais, quatro empresas ajudaram a impulsionar o consolidado do pregão, pois tiveram alta superior a 6%. Assim as ações de Via Varejo (7,35%), Vivo (5,99%), Tim (6,13%) e Magazine Luiza (6,10%) foram os destaques da vez.

Contra projeções

Essa não é a primeira vez que, em meio à pandemia em decorrência do vírus chinês, o Ibovespa chega à casa dos 100 mil pontos. Conforme noticiado por Oeste, o índice chegou a esse patamar nas negociações realizadas na manhã de 9 de julho — o que não acontecia desde março.

Dessa forma, o consolidado de hoje reforça que a Bolsa de Valores de São Paulo vai na contramão de prognósticos — pessimistas — de instituições financeiras em meio à crise da covid-19. Em março, de acordo com o site InvestNews, JP Morgan, Morgan Stanley, Bank of America e Itaú BBA projetavam que o Ibovespa não chegaria mais a 100 mil pontos em 2020. As projeções falavam em fechar o ano entre 80 mil e 95 mi pontos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.