‘Brasil pode se tornar grande exportador de pescado’, afirma secretário de Aquicultura e Pesca

Segundo Jorge Seif, questões ideológicas impediram o desenvolvimento do país no setor
-Publicidade-
Jorge Seif é secretário de Aquicultura e Pesca
Jorge Seif é secretário de Aquicultura e Pesca | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O secretário da Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Jorge Seif, afirmou nesta sexta-feira, 27, durante entrevista concedida ao programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan, que o Brasil pode se tornar uma potência mundial de pescado. “Temos praticamente 9 mil quilômetros de costa marítima, não faltam espaços marítimos”, argumentou.

De acordo com Seif, questões ideológicas criaram obstáculos para o desenvolvimento do país no setor. “Nos últimos anos, houve criminalização das atividades de aquicultura e pesca, impedindo que o pescado nacional evoluísse no mesmo passo que o agronegócio; afinal de contas, o agronegócio é a grande vedete de nossa economia.”

O secretário afirma que o governo federal modernizou a legislação brasileira, possibilitando a exploração dos espaços marítimos pertencentes à União pelos produtores de todo o país. “Seja nos mares, nas hidrelétricas ou nos rios federais, os trabalhadores podem utilizar-se de seus tanques-rede para cultivar todos os tipos de pescado”, disse.

-Publicidade-

Burocracia atrapalhou a vida dos produtores

Segundo Seif, muitos produtores brasileiros trabalharam ilegalmente nos últimos anos em virtude da burocracia envolvida no processo de autorização estatal para o uso dos mares. “Em Santa Catarina, houve casos de produtores que trabalharam durante 30 anos de maneira irregular. Eles enviavam as documentações necessárias, mas não obtinham respostas.”

O secretário explica que o trabalho ilegal prejudica os trabalhadores e a economia do país, visto que não há geração de nota fiscal e arrecadação de impostos. “Os produtores não conseguem negociar seu pescado com outros Estados; também não têm acesso ao Plano Safra, que pode ajudá-los a modernizar, aumentar sua estrutura”, asseverou.

Conforme diz Seif, a Secretaria de Aquicultura e Pesca revogou mais de 500 regras estabelecidas anteriormente para o setor. Com isso, a expectativa do governo federal é facilitar a vida dos produtores. “Havia mais de 2 mil legislações sobre pescado no Brasil, e nós já eliminamos grande parte delas”, disse. “Nosso objetivo é chegar até, no máximo, 700 legislações.”

Leia também: “O outro lado da pesca”, reportagem publicada na Edição 42 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

  1. Acredito também que sim. Vai sobrar muito peixe para exportar. Muito feijão. Muito Óleo de Soja. Muito arroz, muita carne bovina, suína e frango. Muita exportação. Com o peixe vamos também dar show com o AGRO. Parabéns. Vai sobrar muito para exportar porque a população não consegue mais comprar. Então vamos exportar. Óleo de Soja com altas de 89%. Carnes com altas de 49% seguidas no mesmo índice pelos grãos. Mesmo se comprar alguma coisa, a população não consegue compra o GÁS com alta de 57%. Agora o brasileiro volta a cozinhar com lenha, não é romântico? Também o Presidente disse ontem que quem compra feijão é um IDIOTA. Então se você não pode comprar um quilo de feijão à 10 reais pode sim comprar um Fuzil 762 por 12 mil reais, deixa de ser idiota povão!

  2. Aumentar as exportações pra que? Deve aumentar é o consumo no país e não vender pra alimentar gringo e o povo passando fome com esses preços estratosféricos. Acabam com as florestas, poluem os rios com antibióticos e o brasileiro fica com o resto e quando dar pra comprar. Gastam bilhões de reais incentivando o agro e pesca pra exportar. Usam meus impostos pagos para financiar empresário que so quer se dar bem acumulando riqueza e patrocinando as eleições desses vagabundos do Planalto. Corja!

    1. Não vamos eleger nenhum político que já está no poder. Vamos renovar geral. Chega de enriquecer esses vermes que ocupam o poder. #reelegernuncamais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro