Brasileiros precisam ver o noticiário argentino para se informar sobre o Brasil

Emissora em país vizinho evita o 'despiora' e fala com admiração dos indicadores atuais da economia brasileira
-Publicidade-
TV argentina analisa indicadores da economia brasileira com admiração
TV argentina analisa indicadores da economia brasileira com admiração | Foto: Reprodução

“A economia do Brasil está surpreendendo a todos.” É assim que o jornalista Gustavo Segré começa o seu boletim em um noticiário da emissora La Nación Más (o vídeo está no final do texto).

A visão otimista sobre o cenário econômico brasileiro não está nos canais locais. A análise vem da Argentina.

Para os vizinhos de continente, não existe nada de ‘despiora‘. Os argentinos veem com admiração o que o Brasil vem conseguindo apresentar, mesmo num contexto com guerra na Europa e saindo da pandemia.

-Publicidade-

Em seu boletim, Segré destaca a performance positiva da economia brasileira no primeiro trimestre do ano, com crescimento de 1% do Produto Interno Bruto (PIB). O jornalista argentino ressalta que a previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI) para o Brasil no ano era de 0,3%

“Preste atenção na diferença entre o teórico e o real”, diz Segré sobre o Brasil ao apresentador do noticiário.

Em seguida, o jornalista discorre sobre a queda no patamar de desemprego brasileiro, destacando a queda para 10,5%, em um índice que vinha de 14,8%. Este é o melhor patamar do indicador desde o fim de 2015.

Depois, o boletim cita a alta no superavit fiscal e o patamar de inflação, para espanto do apresentador: “Por favor, pode repetir o número de inflação?” Segré fala em alta mensal de 0,42%, baseando-se no Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de maio para a cidade de São Paulo.

“É uma locomotiva o Brasil”, acrescenta o apresentador argentino, que vive num país com economia descontrolada. As projeções locais na nação presidida por Alberto Fernández falam em inflação de 65% ao fim do ano, maior alta em 30 anos.

Assista ao boletim sobre a economia brasileira na TV argentina no vídeo abaixo: 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários Ver comentários

  1. A mídia tradicional é composta por esquerdopatas,deveriam ir para a Venezuela, cubosta, Nicarágua ou Argentina e levar a escrotinha chef do sanduíche de mortadela junto.

  2. É impressionante como o aparelhamento foi bem elaborado e como está sendo difícil nos livrarmos de tamanha desgraça sobre a nossa Nação e nossa Soberania.
    Estamos em guerra, pessoas morreram, foram assassinadas com o desvio de dinheiro público. Tudo promovido pela China e seus bilionários amestrados.

    Criaturas medonhas tomaram conta do poder, para atender interesses que não são os da maioria.

  3. Onde estão aqueles dois petistas infiltrados na Revista só pra dar “deslikes”?! Vão querer dizer que o noticiário argentino é fakenews ou “coisa de bolsonaristas”?!…

  4. Cada vez tenho mais nojo dessa imprensa suja e vendida do Brasil, ainda mais quando vemos esse tipo de notícias vindo de fora! Não que a imprensa estrangeira seja muito diferente, mas esse exemplo aqui desmascara muito jornazista daqui!

  5. Os argentinos adoram o Brasil, principalmente os litorais, por muitos anos frequentaram em massa a minha querida Florianópolis. Mas hoje a realidade é diferente, convivem com uma inflação de 58% contra 12 % do Brasil, como não amar ainda mais nosso país, o qual está bem distante de ser uma venezuela com bolsonaro, mas que está há um passo caso o LU.. Bem não quero nem imaginar, Deus abençoe essa nação e que Bolsonaro vença.

  6. Entre a Notícia e a Lacração, a imprensa brasileira escolheu a Lacração. E por isso terá a… Notícia!!! Como diria Sir Winston Churchill.

  7. Sempre que posso vejo este canal no YouTube. Sou fã do Gustavo Segre. Fico encantado em notar a admiração dos argentinos em nossa economia. Só não enxerga isto a nossa ” carcomida” imprensa militante.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.