-Publicidade-

Buzzfeed corta salário de funcionários em meio à crise

CEO da empresa confirmou que não receberá salário à medida que a crise continuar [caption id="attachment_239808" align="alignnone" width="2560"] Corte salarial feito nas empresas | Foto: PxHere[/caption] Nesta quarta-feira, 25, o…

CEO da empresa confirmou que não receberá salário à medida que a crise continuar

Corte salarial feito nas empresas | Foto: PxHere

Nesta quarta-feira, 25, o BuzzFeed anunciou uma redução salarial para parte dos seus funcionários nos meses de abril e maio, com autorização dos executivos da empresa.

Os funcionários da faixa mais baixa – que inclui qualquer pessoa que ganhe menos de US$ 65 mil por ano – sofrerão uma redução de 5%, enquanto os que ganham entre US$ 65 mil e US$ 90 mil, o corte será de 7%.

Para os outros funcionários a redução salarial será de quase 10%, enquanto para os executivos o percentual será entre 14% e 25%.

O CEO, Jonah Peretti, confirmou em uma nota à equipe que não irá receber salário até a crise passar, de acordo com as informações do portal americano Daily Beast.

Peretti acrescentou que a empresa estava tentando evitar demissões implementando o corte salarial, limitando contratações, viagens e reduzindo os custos imobiliários.

“Entendo que isso será difícil para todos, mas nosso objetivo é tornar possível que todos nós passemos por isso”, disse Peretti.

Diante das medidas, vários funcionários do BuzzFeed News expressaram  alívio por não anunciarem demissões e pelo próprio CEO fazer sacrifícios.

“Muitas pessoas estão felizes com essa decisão porque não haverá demissões”, disse um funcionário do BuzzFeed News.

 

 

-Publicidade-
Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês