A China busca solução diplomática com o Brasil, mas não descarta sanção econômica

A China pode subir o tom contra o governo brasileiro. Ao publicar em seu Twitter, na noite de quarta 18, que vai protestar e manifestar indignação junto ao Itamaraty e…
-Publicidade-
Embaixador chinês, Yang Wanming, discursa em seminário alusivo aos 45 anos de relações diplomáticas entre Brasil e China | Foto: YouTube/Reprodução
Embaixador chinês, Yang Wanming, discursa em seminário alusivo aos 45 anos de relações diplomáticas entre Brasil e China | Foto: YouTube/Reprodução | Yang Wanming

A China pode subir o tom contra o governo brasileiro. Ao publicar em seu Twitter, na noite de quarta 18, que vai protestar e manifestar indignação junto ao Itamaraty e à Câmara dos Deputados, o embaixador chinês Yang Wanming estende as mãos para uma solução pacífica e diplomática. O passo seguinte pode levar a uma sanção econômica.

Caso o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ou algum representante do governo federal não se retrate, o governo chinês não descarta a possibilidade de travar ou reduzir a compra de produtos brasileiros. Seria uma medida extrema, afinal o governo chinês ainda preza a boa relação com o Brasil e não pode abdicar de importações para alimentar a população.

-Publicidade-


Mas não seria uma situação impossível de acontecer. Integrantes da Embaixada da China admitem que o governo chinês está revoltado com um comentário feito por Eduardo em seu Twitter. O parlamentar endossou uma  análise feita por Rodrigo da Silva, sócio-fundador do site Spotniks, que aponta o governo chinês como o causador e disseminador do coronavírus.

Outra fonte de insatisfação da China é a ameaça feita a Wanming. O embaixador relatou, pelo Twitter, ter recebido um telefonema de ameaça à sua segurança pessoal. E afirmou não ter sido a primeira vez. Minutos depois, ele apagou o comentário.

A depender da sanção comercial adotada pelo governo chinês, o impacto pode ser relevante. A China é o maior importador de produtos brasileiros. Em 2019, o Brasil registrou 63,35 bilhões de reais em exportações. Desse montante, 32% foi aquisição de soja; 24%, óleos brutos de petróleo ou minerais betuminosos; 21%, minérios de ferro e seus concentrados; 4,2%, carne bovina fresca, refrigerada ou congelada.

Sem retratação

Até o momento, Eduardo não se retratou ao pedido de Wanming. Quem se manifestou foram alguns aliados. O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) questiona a autoridade do embaixador.

“Quem é você para exigir desculpas, rapaz? Você acaba de retuitar a postagem de alguém que atacou o presidente Bolsonaro, endossando suas palavras ofensivas e desrespeitosas ao nosso chefe de Estado. Você não deve desculpas ao Brasil, você deve ser banido de nosso país!”, declarou Jordy.

O empresário Allan dos Santos foi outro a sair em defesa.”Você precisa ser expulso do país, isto sim”, afirmou. Além deles, outros seguidores do parlamentar adotaram uma linha semelhante.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.