Copom eleva taxa básica de juros no país para 6,25% ao ano

Com a quinta alta consecutiva, Selic atinge maior patamar desde julho de 2019
-Publicidade-
Mercado financeiro projeta mais altas da Selic até o fim do ano | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Mercado financeiro projeta mais altas da Selic até o fim do ano | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Como esperado pelo mercado financeiro, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou de 5,25% para 6,25% ao ano a taxa básica de juros do Brasil nesta quarta-feira, 22. Com isto, a Selic está no mais alto patamar desde julho de 2019. Esta foi a quinta alta consecutiva e é vista como uma tentativa de controlar a inflação no país.

Leia também: “Federal Reserve mantém taxa básica de juros e reduz projeção para PIB dos EUA”

Contudo, a expectativa é que esse movimento de elevação da Selic continue até o fim do ano. Isto porque as projeções divulgadas nesta semana no relatório Focus do BC estimam uma inflação de 8,35% no fim deste ano.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Pra aumentar a confusão aumentam a SELIC. Os preços estão elevados devido o constante aumentos e elevados impostos sobre os combustíveis.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.