Correios devem ser privatizados em 2022, diz Fábio Faria

'É a última janela que nós temos', afirma ministro das Comunicações sobre venda da estatal
-Publicidade-
Privatização dos Correios deve ser realizada no ano que vem
Privatização dos Correios deve ser realizada no ano que vem | Foto: Divulgação

A intenção do governo federal é privatizar os Correios em julho do ano que vem. A afirmação é do ministro das Comunicações, Fábio Faria, que participou nesta quarta-feira, 20, de uma audiência da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

A data para a realização do leilão leva em consideração o tempo necessário para a aprovação da proposta de privatização pelo Congresso Nacional, além da avaliação do edital pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

-Publicidade-

“Caso venha a ser aprovado no Senado, [o projeto] vai para uma consulta pública. Depois, o governo demora em torno de 30 dias para encaminhar para o TCU. Depois, o TCU deve também demorar em torno de 30, 60, 90 dias. Depois, volta para o governo realizar a privatização, e aí são mais 90 dias”, afirmou Faria.

“É a última janela que nós temos. Eu tenho certeza do que eu estou falando. Nós não temos condição nenhuma de voltarmos a discutir privatização dos Correios daqui a três, quatro anos. Ninguém vai ter interesse”, completou o ministro.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.