Covas é alvo de protesto contra burocratização dos aplicativos de entrega

Grupo se movimenta contra dois projetos de lei que tramitam na Câmara dos Vereadores de São Paulo
-Publicidade-
Entregadores em protesto | Foto: ROBERTO PARIZOTTI/FOTOS PÚBLICAS
Entregadores em protesto | Foto: ROBERTO PARIZOTTI/FOTOS PÚBLICAS | entregadores de aplicativos

Grupo se movimenta contra dois projetos de lei que tramitam na Câmara dos Vereadores de São Paulo

entregadores de aplicativos
Entregadores em protesto | Foto: Roberto Parizotti/Fotos Públicas
-Publicidade-

Entregadores de aplicativos, como iFood e Rappi, prometem realizar manifestação amanhã de manhã  em São Paulo. Eles se posicionam contrários a dois projetos de lei que tramitam na Câmara dos Vereadores da capital paulista que visam a regulamentar o setor.

Estônia, o país que se livrou do comunismo para tornar-se uma república digital, artigo de Dagomir Marquezi publicado na edição de 26 da Revista Oeste

De acordo com o grupo de entregadores, os projetos vão resultar em “burocratização e risco de sucateamento do setor” caso sejam aprovados pelo Legislativo paulistano e, na sequência, sancionados pelo prefeito Bruno Covas (PSDB). Além disso, o movimento fala em risco de deixar mais de 270 mil motoboys sem emprego na capital paulista. Dessa forma, os organizadores afirmam que o prefeito e os vereadores serão alvos da manifestação.

“As obrigatoriedades de licença especial de motofrentista e do emplacamento da moto criam barreiras que afetarão diretamente 272 mil trabalhadores que atuam na região. Tudo isso em meio a uma crise que já ceifou 138 mil empregos de abril a junho”, afirma o grupo de manifestantes em nota enviada à imprensa.

A reclamação ocorre porque os projetos indicam, entre outros pontos, a obrigatoriedade da contratação via carteira assinada para os entregadores. Além disso, os motoboys teriam de pagar taxas e realizar adequações nas motos.

Pacaembu

A manifestação promovida por entregadores de aplicativos está programada para ter início às 10 horas de terça-feira 22 na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, na zona oeste de São Paulo.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site