Criação do MEI Caminhoneiro ganha apoio de Bolsonaro, afirma senador

O projeto permite que os condutores destes veículos possam ter os benefícios fiscais da MEI, desde que seu faturamento não ultrapasse R$ 300 mil
-Publicidade-
Foto: Aloisio Maurício/Estadão Conteúdo

Depois de participar de um café da manhã com o presidente da República, Jair Bolsonaro, na manhã desta quinta-feira, 25, o senador Jorginho Mello (PL-AC) anunciou que o governo vai apoiar sua proposta para a criação do MEI Caminhoneiro — uma modalidade especial do CNPJ para o Microempreendedor Individual destinada aos caminhoneiros. O projeto permite que os condutores destes veículos possam ter os benefícios fiscais do MEI, desde que seu faturamento não ultrapasse R$ 300 mil por ano. Para os outros profissionais que utilizam este tipo de cadastro fiscal não foi anunciada nenhuma alteração no limite anual de faturamento, no valor de R$ 78 mil.

Leia também: “Mercedes-Benz abre 1000 vagas de emprego no Brasil”

“Vamos aprovar essa semana, o presidente deu o aval para nós, sobre o MEI Caminhoneiro“, disse o senador na saída do Palácio da Alvorada. “Não é um presente, é uma reivindicação de muitos anos dos caminhoneiros, que têm 800 mil no Brasil“.

-Publicidade-

Bom dia, diretamente do Palácio do Planalto. Conversei logo cedo com o presidente Jair Messias Bolsonaro. Falamos sobre…

Publicado por Jorginho Mello em Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.