Damares anuncia R$ 4,7 bilhões para proteção de povos e comunidades tradicionais

A maior parte da verba será utilizada no pagamento do coronavoucher para índios, ciganos e quilombolas inscritos no Bolsa Família.
-Publicidade-
A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves; participa de coletiva de imprensa no Palácio do Planalto
A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves; participa de coletiva de imprensa no Palácio do Planalto

A maior parte da verba será utilizada no pagamento do “coronavoucher” a índios, ciganos e quilombolas inscritos no Bolsa Família

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, em coletiva 
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil
-Publicidade-

Em cerimônia realizada no Palácio do Planalto nesta segunda-feira,13, o governo federal apresentou mais uma das etapas do Plano de Contingência para Pessoas Vulneráveis durante a pandemia da covid-19. Desta vez, o público-alvo contemplado foram povos e comunidades tradicionais.

O documento prevê o investimento de R$ 4,7 bilhões, até junho, para proteção e cuidados desse segmento populacional. A ministra Damares Alves esteve no evento e falou sobre a necessidade de dar atenção especial a determinados grupos sociais.

Disse a ministra: “No Brasil temos mais de 20 grupos classificados como povos tradicionais. O desafio no trabalho de prevenção e conscientização é respeitar seus costumes e especificidades. Ontem estive em Roraima para conversar com agentes da Funai e da Sesai [Secretaria Especial de Saúde Indígena] e estudar as situações que envolvem os povos tradicionais”. E assegurou: “Estamos trabalhando com toda a delicadeza que o segmento requer”.

A maior parte da verba, R$ 3,2 bilhões, será usada no pagamento do “coronavoucher” a índios, ciganos e quilombolas inscritos no Bolsa Família. Mais R$ 1,5 bilhão será gasto com cestas básicas, kits de higiene e reforço alimentar e R$ 23 milhões com investimentos em prevenção e atendimento à saúde.

Além disso, a verba será utilizada para a implementação de 80 leitos em hospital de campanha de Boa Vista (RR), fornecimento de 1 milhão de equipamentos de prevenção, como máscaras e luvas, para profissionais da saúde indígena, e 6.300 testes rápidos da covid-19 distribuídos, emergencialmente, para aplicação em povos indígenas.

 

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site