Economia deve sofrer a pior recessão em 120 anos, aponta relatório do governo

De acordo com o relatório de receitas e despesas do orçamento de 2020 divulgado hoje, 13, pelo Ministério da Economia, o PIB deve recuar 4,7% no ano, em decorrência da crise do coronavírus.
-Publicidade-
Foto: Oleg Gamulinskiy/Pixabay
Foto: Oleg Gamulinskiy/Pixabay | Recessão

Em consequência da pandemia do coronavírus, o PIB do Brasil deve recuar até 4,7%, de acordo com o Ministério da Economia

Recessão
Foto: Oleg Gamulinskiy/Pixabay

O governo federal revisou para baixo a expectativa para o PIB de 2020. De acordo com o relatório de receitas e despesas do orçamento de 2020 divulgado hoje, 13, pelo Ministério da Economia, o PIB deve recuar 4,7% no ano, em decorrência da crise do coronavírus.

-Publicidade-

Na última previsão, que foi divulgada no mês de março, a pasta comandada por Paulo Guedes esperava que a economia do país tivesse um leve crescimento de 0,02%, como informa o jornal O Estado de S. Paulo.

Casos se confirme, esta será a recessão mais profunda que o país enfrenta em 120 anos, o IBGE inicia a série histórica em 1901. A maior queda aconteceu em 1990, quando, em meio ao Plano Collor I, o PIB brasileiro caiu 4,35%. A segunda maior queda ocorreu em 1981, com a economia encolhendo 4,25%.

A pandemia do coronavírus está afetando as economias de todo o mundo, os Estados Unidos, Reino Unido e a Alemanha também estão prevendo uma recessão histórica. Outros órgãos, incluindo o Boletim Focos do Banco Central, já apontavam uma queda no PIB brasileiro superior a 4%.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.