-Publicidade-

Economia ‘está começando a decolar de novo’, diz Guedes

Ministro voltou a defender vacinação em massa da população brasileira para o país superar a crise
Ministro Paulo Guedes comemorou arrecadação federal de fevereiro
Ministro Paulo Guedes comemorou arrecadação federal de fevereiro | Foto: Adriano Machado/Agência Brasil

Ao lado do presidente Jair Bolsonaro em uma reunião virtual com representantes da Frente Parlamentar da Micro e Pequena empresa, o ministro da Economia, Paulo Guedes, fez um discurso otimista sobre a recuperação do país em meio à pandemia de covid-19. Ele destacou o fato de a arrecadação federal ter batido recorde em fevereiro.

“A arrecadação em fevereiro deste ano teve um recorde histórico para fevereiros”, disse o ministro. “A economia voltou em ‘V’ e está começando a decolar de novo.”

Em janeiro deste ano, a arrecadação registrou queda real de 1,5% em relação ao mesmo período de 2020, interrompendo uma sequência de cinco meses consecutivos de alta. Os números de fevereiro serão divulgados pela Receita Federal até o fim do mês.

Guedes voltou a defender a vacinação em massa da população brasileira como medida determinante para a retomada do crescimento. “Evidentemente, vacina em massa de um lado para o retorno seguro ao trabalho. E, de outro lado, girar a economia”, afirmou. “Temos que cuidar da saúde em primeiro lugar. Sem saúde, não tem trabalhador, não tem pequena nem média empresa, não tem economia. Mas não podemos descuidar da economia, que é sempre a ênfase do discurso que o presidente faz.”

Leia também: “Desidratada, PEC Emergencial é aprovada em 2º turno na Câmara”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. O Presidente estava certo, deu confiança a seu povo cuidando do equilíbrio saúde & economia.
    O hermano Fernandez afundou a Argentina ao querer se passar por protetor de vidas.
    O Brasil tem sorte, fez escolhas, optamos por tentar salvar as vidas trabalhando, tratando, lutando, apostando que a vacina chegará. Os comunas trancam, oprimem, encurralam, e deixam a economia pra depois……, se sobrar alguma coisa…..

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.