Eletrobras lança oferta de ações e deve ir à bolsa em 13 de junho

Operação de privatização pode chegar a R$ 35 bilhões, incluindo um lote suplementar de papéis
-Publicidade-
Governo vai ceder controle da Eletrobras em processo de capitalização
Governo vai ceder controle da Eletrobras em processo de capitalização | Foto: Divulgação/Eletrobras

A Eletrobras lançou nesta sexta-feira, 27, a oferta de ações no processo de privatização recentemente aprovado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A operação pode movimentar cerca de R$ 35 bilhões, incluindo um lote suplementar e o valor do papel no fechamento da véspera, segundo documento preliminar entregue à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O governo federal optou por realizar a privatização na forma de uma capitalização, ou seja, vão ser ofertadas novas ações da Eletrobras na Bolsa de Valores, até que a União deixe de ser a acionista controladora da empresa de energia.

Desconsiderando o lote suplementar de ações, a oferta chegaria a R$ 30 bilhões, segundo estimativa do governo federal. No entanto, o comunicado oficial revela a possibilidade de um lote suplementar de até 15% do total das ações, que ampliaria o valor final.

-Publicidade-

A operação de capitalização vai envolver uma oferta primária e secundária de ações ordinárias realizada simultaneamente no Brasil e no exterior. A expectativa é que a participação do Estado na empresa seja reduzida de 72% para pelo menos 45%. A oferta primária vai ser de 627.675.340 novas ações.

Agora, os executivos da companhia se preparam para apresentar a oportunidade a investidores e para coletar intenções de investimento. Nessa etapa, chamada de “roadshow“, apuram-se a demanda do mercado pela operação e o valor final por ação da oferta.

De acordo com o calendário da empresa, a precificação vai acontecer em 9 de junho, e o preço da oferta será determinado com base no interesse dos investidores.

A Eletrobras tem perto de 51 gigawatts (GW) em capacidade instalada de geração, o que equivale a 29% do parque gerador do Brasil. De linhas de transmissão, são mais de 70 mil quilômetros, cerca de 43% da rede nacional.

Confira o calendário de venda de ações:

27 de maio
Protocolo do pedido de registro da oferta na CVM
Início das apresentações para potenciais investidores

3 de junho
Início do período de reserva
Início do período de adesão

8 de junho
Encerramento do período de reserva
Encerramento das apresentações para potenciais investidores

9 de junho
Fixação do preço por ação

13 de junho
Início de negociação das ações na Bolsa de Valores de São Paulo (B3)

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.