-Publicidade-

Em ano de pandemia, mercado brasileiro de vinho tem salto histórico

Foram consumidos 2,78 litros para cada habitante com mais de 18 anos
Trabalhador desepeja uvas na desengarçadeira
Trabalhador desepeja uvas na desengarçadeira | Foto: Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo

Em um ano difícil para a economia brasileira, o mercado de vinhos foi na direção oposta e deu um salto histórico em 2020. O consumo per capita subiu 30% no país, em meio ao isolamento social, chegando à máxima de 2,78 litros para cada habitante com mais de 18 anos.

O ano foi especialmente positivo para o nicho historicamente menos prestigiado das vinícolas nacionais: o de vinhos finos. Segundo a Ideal Consulting, que acompanha a evolução do setor, as vendas desses produtos dobraram.

Leia mais: “Número de civis armados ultrapassa 1 milhão no Brasil”

Excluindo os espumantes, o mercado brasileiro ainda está concentrado nos vinhos de mesa. Esse produto – associado principalmente aos garrafões de 5 litros, mas não mais restrito a eles – representa 63% da produção nacional.

Com informações do Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês