Empresas perdem 34 mil horas por ano com burocracia

Uma única pessoa levaria quase quatro anos para dar conta de todo o processo; governo promete simplificar o sistema com a reforma tributária
-Publicidade-
Reforma tributária do governo federal vai simplificar o sistema de impostos no Brasil | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR
Reforma tributária do governo federal vai simplificar o sistema de impostos no Brasil | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR | Reforma tributária do governo federal vai simplificar o sistema de impostos no Brasil | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR

Uma única pessoa levaria quase quatro anos para dar conta de todo o processo; governo promete simplificar o sistema com a reforma tributária

empresas
Reforma tributária do governo federal vai simplificar o sistema de impostos no Brasil
Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR
-Publicidade-

Já imaginou ter uma empresa e gastar até 34 mil horas no ano para apurar e pagar tributos, preencher e entregar obrigações acessórias e acompanhar fiscalizações? Pois essa é a realidade das grandes corporações no Brasil, com faturamento de mais de R$ 7 bilhões, conforme a pesquisa Tax do Amanhã.  Em síntese, a burocracia tributária consome muito tempo e dinheiro dos contribuintes. O levantamento considera diversos profissionais que atuam na área fiscal e contábil das empresas.

Leia também: “Guedes diz que reforma tributária ampla pode reduzir impostos”

Se tratado de forma absoluta, levando em conta uma única pessoa, seriam necessários quase quatro anos para dar conta de todo o trabalho, informa o jornal Valor Econômico. Esse cálculo, porém, varia conforme o porte, a estrutura da área tributária da empresa e o setor de atuação, bem como a quantidade de Estados em que ela opera. Empresas com receita líquida média de R$ 45 milhões ao ano, por exemplo, gastam 2.960 horas com gestão tributária. É hora de mudar esse cenário.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.