FMI diz que Ásia não deve crescer pela primeira vez desde a década de 1960

O FMI acredita que o impacto econômico que a pandemia vai causar na região deve ser “grave, generalizado e sem precedentes”.
-Publicidade-
Foto: Gerd Altmann/Pixabay
Foto: Gerd Altmann/Pixabay | queda-PIB-IBGE-Coronavvírus

De acordo com o Fundo Monetário Internacional, economia do continente mais populoso deve ficar estagnada em 2020

mercado caindo corona
Foto: Gerd Altmann/Pixabay
-Publicidade-

O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou que as economias dos países asiáticos devem sofrer uma estagnação em razão da pandemia do coronavírus. A situação deve ser pior do que a crise financeira de 2008 e a asiática de 1997/1998.

O continente cresce sem parar desde pelos menos a décadas de 1960, informou Chang Yong Rhee, diretor do FMI para a Ásia e o Pacífico. Ele acredita que o impacto econômico que a pandemia vai causar na região deve ser “grave, generalizado e sem precedentes”.

De acordo com o Poder360, Rhee afirmou que essa é “uma crise como nenhuma outra”, porque a pandemia já causou a morte de mais de 130 mil pessoas e levou a imposição de medidas que dificultam o comércio e a movimentação de pessoas e da economia como um todo.

A Ásia deve, segundo Rhee,  ser atingida pela “deterioração da demanda externa” na América do Norte e Europa, onde são esperadas recessões profundas.

O FMI também estima uma forte queda da economia brasileira e na da América Latina.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site