Gasolina mais cara se torna obrigatória em agosto

Mudança na formulação do combustível fará com que carros rendam mais, de acordo com Petrobras e ANP, ainda que doa no bolso do pagador de impostos.
-Publicidade-
Gasolina vai ficar melhor, mas preço também deve aumentar | Foto: Domínio Público/PxHere
Gasolina vai ficar melhor, mas preço também deve aumentar | Foto: Domínio Público/PxHere | anp, petrobras, gasolina, oneração, preço

Mudança na formulação do combustível fará com que carros rendam mais, de acordo com Petrobras e ANP, ainda que doa no bolso do pagador de impostos

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustível (ANP) tornará obrigatória a venda de uma nova formulação de gasolina a partir de 3 de agosto.

-Publicidade-

Com isso, espera-se que o rendimento dos veículos que circulam no país melhore.

O porém está no valor que será cobrado nas bombas dos postos, que deve aumentar, por causa da maior qualidade da nova gasolina.

A nova fórmula foi definida em janeiro e tem um número mínimo de massa e octanagem para poder ser vendida. Assim, em breve, o combustível brasileiro ficará mais parecido com o da Europa.

As mudanças já eram defendidas há muito tempo pelas montadoras, mas esbarravam em deficiências da Petrobras, que agora diz estar pronta para refinar como necessário.

A economia de gasolina deverá ser de 4% a 6% por quilômetro rodado, segundo a Petrobras, que também afirma que haverá melhora na dirigibilidade, tempo de resposta na partida a frio e aquecimento adequado do motor.

Já a ANP comemora o fato de que os motores serão menos poluentes, com menor consumo e mais eficientes.

E o mercado espera uma elevação nos preços, visto que se trata de uma gasolina mais “nobre”.

Para a Petrobras, no entanto, essa sobrevalorização será compensada pelos ganhos no rendimento veicular.

A companhia lembrou ainda que o preço é definido pela cotação no mercado internacional e tem outras variáveis, que podem influenciar o valor final.

O preço de venda da gasolina pelas refinaras da Petrobras representa 28% do preço final do combustível — impostos e margens de lucro de postos e distribuidoras completam o valor.

Desde maio, com a recuperação das cotações do petróleo, a empresa aumentou o preço da gasolina oito vezes, com alta acumulada de 60%.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. O problema está na honestidade de se colocar à venda uma gasolina assim, será mesmo que é com o mínimo de mistura? Aqui é Brasil. Fiquemos de olho.

    1. Não entendo o porque aumentar o preço. Já temos a gasolina mais cara do mundo ainda que muito ruim. Ora o mínimo que se espera com o preço que temos hoje, é uma gasolina de qualidade que fará bem para todos inclusive quem não dirige, É obrigação.

  2. O que urge em relação a nossa gasolina, e ACABAR com adição de etanol, hoje na casa de 27%, mas normalmente nunca menos que 30%, face a fraude por donos de postos, uma vez que maioria da frota de carros são Flex… E o maior assalto, ao consumidor é que pagamos o preço de gasolina no alcool, ou seja 1/3 do que consumimos em alcool, pagamos o preço de gasolina!

    1. Rá, rá, rá… acredite, se quiser… com as notícias que vemos de alteração dos combustíveis pelos postos nas mãos do crime organizado, comprar combustível honesto a preços justos impossível acreditar.

  3. Rá, rá, rá… acredite, se quiser… com as notícias que vemos de alteração dos combustíveis pelos postos nas mãos do crime organizado, comprar combustível honesto a preços justos impossível acreditar.

  4. Isso não afetará os carros flex? Visto que já estão “acostumados” com uma gasolina já misturada com etanol. O sistema de injeção poderá ser afetado? Gasolina pura costuma ressecar alguns componentes desses sistema de injeção eletrônica, penso eu que sou um leigo no assunto mas já ouvi falar de algo nesse sentido. Teremos que arcar com eventuais despesas extras? Ou não seria melhor vender o automóvel e optar por um Uber da vida?

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site