Governo economiza R$ 1 bilhão com ‘home office’ na pandemia

Segundo o secretário de Gestão do Ministério da Economia, os recursos poupados podem ser destinados ao atendimento direto da população
-Publicidade-
Fachada do Ministério da economia na Esplanada dos Ministérios em Brasília | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Fachada do Ministério da economia na Esplanada dos Ministérios em Brasília | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Segundo o secretário de Gestão do Ministério da Economia, os recursos poupados podem ser destinados ao atendimento direto da população

Ministério da Economia
Fachada do Ministério da Economia na Esplanada dos Ministérios, em Brasília
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
-Publicidade-

O governo federal economizou cerca de R$ 1 bilhão com o trabalho remoto de servidores públicos durante a pandemia do novo coronavírus. Os dados foram divulgados, nesta sexta-feira, 25, pelo Ministério da Economia.

O valor considera a redução de R$ 859 milhões nos gastos de custeio e a diminuição de R$ 161 milhões nos pagamentos de auxílios aos servidores, entre abril e agosto de 2020.

LEIA MAIS: “O fim do gargalo da infraestrutura”, reportagem de capa da Revista Oeste desta semana

“Parte dos servidores está em teletrabalho desde o início da pandemia. Fizemos o acompanhamento mensal dos gastos de custeio e verificamos a diminuição em itens como diárias, passagens e despesas com locomoção e também com energia elétrica, água e esgoto”, explica o secretário de Gestão, Cristiano Heckert.

Segundo o secretário, os recursos economizados podem ser destinados ao atendimento direto da população.

Economia
Reprodução/Ministério da Economia
Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

  1. Por mim continuariam em home office. Além disso mais serviços digitais a população. E com a aposentadoria dos funcionários era só não substituir. Estado enxuto, sem burocracia e ágil é sinônimo de país desenvolvido.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site